Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

Porto de Itaguaí recebe um dos maiores projetos de arrendamento da história do país

Processo para a Autoridade Portuária licitar novo terminal de minério de ferro deve gerar empregos e impulsionar a economia
Por Redação em 29 de março de 2023 às 9h43 (atualizado às 9h43)
Porto de Itaguaí recebe um dos maiores projetos de arrendamento da história do país

A PortosRio avançou no processo de implantação de um novo terminal destinado à movimentação e armazenagem de granéis sólidos minerais, no Porto de Itaguaí (RJ). O projeto de arrendamento da instalação ITG-02 é um dos maiores da história em porto público, e tem uma estimativa de investimentos na ordem de R$ 3 bilhões nos primeiros anos de contrato, com capacidade para movimentar 20 milhões de toneladas por ano.

Na última quinta-feira (23), a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) decidiu pela abertura de consulta pública, a primeira autorizada pela agência reguladora em 2023. Os documentos preparatórios para a licitação da instalação portuária foram aprovados durante a 539ª Reunião Ordinária da Diretoria da Antaq.

De acordo com a PortosRio, o futuro empreendimento ocupará uma área de 348.937m², viabilizando a infraestrutura necessária para o escoamento da produção do Quadrilátero Ferrífero, considerada uma das mais importantes commodities do país.

LEIA TAMBÉM: TCP registra recorde de movimentação de contêineres refrigerados em fevereiro

"Os estudos de demanda confirmam que há um esperado aumento de produção no Quadrilátero Ferrífero, em função de novas minas que entrarão em operação nos próximos anos, o que eleva a demanda para o escoamento da produção. [...] Esse novo terminal adotará o estado da arte em equipamentos e processos para garantir uma operação de alta eficiência e com baixo impacto ambiental. Pela sua dimensão e impacto socioeconômico, este é o principal novo arrendamento da PortosRio e um dos mais importantes do país", explica o diretor-presidente interino da PortosRio, Jean Paulo Castro e Silva.

Segundo os estudos prévios realizados pela PortosRio, nos primeiros anos serão gerados mais de 2.800 empregos indiretos durante as obras de implantação e, na operação, serão criados 250 empregos diretos e 1.800 indiretos. Estimativas indicam que o empreendimento proposto deve gerar um aumento significativo de arrecadação para o município de Itaguaí, através do pagamento do Imposto Sobre Serviço (ISS), podendo totalizar R$ 1,2 bilhão ao longo da vigência do contrato.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar