Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

Santos Brasil registra lucro líquido de R$ 45,9 milhões no 1º trimestre de 2023

No mesmo período, foram movimentados 261.903 contêineres nos terminais da companhia
Por Redação em 16 de maio de 2023 às 8h00
Santos Brasil registra lucro líquido de R$ 45,9 milhões no 1º trimestre de 2023
Foto: Divulgação/Santos Brasil
Foto: Divulgação/Santos Brasil

A Santos Brasil registrou um lucro líquido de R$ 45,9 milhões no primeiro trimestre de 2023, com margem líquida de 10,8%. O EBITDA somou R$ 153,3 milhões (-15,0% YoY), com margem de 35,9% (-5,1 pontos percentuais YoY). Neste período, os terminais de contêineres da companhia movimentaram 261.903 unidades, o que representa uma queda de 14,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a empresa, o desempenho foi impactado principalmente pelo arrefecimento das importações de bens de consumo e de capital; queda nas exportações de commodities, como café, algodão, carne etc., e menor fluxo de cargas transportadas via cabotagem.

"Além disso, recai sobre os números a base comparativa referente ao 1T22, cujos volumes observados foram influenciados pela sazonalidade tardia provocada pela pandemia da Covid-19, em especial durante o 4T21 e 1T22. Comparado ao 1T19, por exemplo, período que antecede a pandemia, o 1T23 soma alta de 2,7%", disse a empresa em comunicado.

Apesar disso, a Santos Brasil e o Terminal de Veículos (TEV) registraram crescimentos de 39,6% e 12,7% no EBITDA do 1T23, respectivamente, em comparação com o mesmo período do ano passado. E, em seu primeiro trimestre completo de operação, os terminais de líquidos de Itaqui (MA) apresentaram EBITDA positivo no montante de R$ 0,3 milhão.

Já no Tecon Santos, que representa 88% da volumetria total da movimentação de contêineres da Santos Brasil, a redução foi de 14,5% em comparação com o 1T22, com destaque para os menores volumes nas operações de longo curso (-17,4% YoY). As importações de contêineres caíram 4,1% YoY, com destaque para menores volumes importados de produtos químicos e eletroeletrônicos, reflexo do arrefecimento da economia doméstica.

Por outro lado, as exportações cederam 4,8% YoY, que segundo a empresa, deve-se aos menores embarques de commodities em geral. A cabotagem apresentou crescimento de 1,7% de volume no 1T23. A empresa ainda contabiliza a queda de 9,5% no volume do Tecon Imbituba, em decorrência da menor safra de arroz.

A empresa ainda divulgou que a movimentação de cargas gerais teve redução de 57,6% (YoY) no 1T23, devido ao fim dos embarques de celulose para exportação no Terminal de Cargas Gerais (TCG) de Imbituba.

Na Santos Brasil Logística, o número de contêineres armazenados no 1T23 foi 13,4% menor em comparação com o 1T22, reflexo da diminuição das importações no Porto de Santos. Os Centros de Distribuição, no entanto, cresceram a movimentação de pallets em 20,1% no 1T23, resultado do aumento das operações de logística integrada 3PL em relação ao mesmo período do ano passado.

O TEV movimentou 55.358 veículos, aumento de 1,9% YoY. A exportação foi responsável por 51.034 unidades (+6,1% YoY). Por outro lado, a importação apresentou queda de 30,5% (YoY) no 1T23. O mix de veículos pesados apresentou melhora no trimestre, respondendo por 11% do volume total, contra 8% no 1T22, reflexo de maiores exportações de máquinas agrícolas e de construção civil para os Estados Unidos e Costa Rica.

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar