Ibovespa
124.171,15 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,24
(-0,50%)
Dólar turismo
R$ 5,45
(-0,56%)
Euro
R$ 5,60
(-0,02%)

Retomada do Pacto pelo Pecém tem foco em sustentabilidade

Pacto esteve vigente entre 2011 e 2014, e retorna com parceria entre setores público e privado
Por Redação em 29 de agosto de 2023 às 11h07
Retomada do Pacto pelo Pecém tem foco em sustentabilidade
Foto: Divulgação / Tecer Terminais
Foto: Divulgação / Tecer Terminais

Na última terça-feira (22/08), representantes do setor público e privado se reuniram para discutir a retomada do Pacto pelo Pecém. O pacto, articulado entre 2011 e 2014, retorna como foco no desenvolvimento sustentável do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) e pretende ser um catalisador de oportunidades econômicas para a região.

A solenidade aconteceu no auditório do Instituto Federal do Ceará – Campus Pecém e contou com a presença do presidente do Complexo do Pecém, Hugo Figueirêdo, e do presidente da ZPE Ceará, Eduardo Neves. Representantes da Tecer Terminais, que atua como prestadora de serviço operacional no Complexo Industrial do Porto do Pecém, também participaram: estiveram presentes Carlos Maia, sócio-diretor da empresa, e o gerente comercial Carlos Alberto Nunes

Retomada do Pacto pelo Pecém tem foco em sustentabilidade

Carlos Alberto ressalta a importância desta retomada: "A Tecer sempre esteve acompanhando todos os debates do Pacto pelo Pecém, que no início o objetivo era apoiar a instalação da siderúrgica, encabeçado pelo seu Eudoro Walter Santana e hoje 12 anos depois, participar deste momento em prol de sua retomada para atender as demandas industriais do hub de Hidrogênio verde é de extrema importância para todos nós, que desempenha um papel crucial na construção de uma base sólida para o crescimento econômico sustentável da nossa região", destaca.

Atualmente, a empresa logística e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém se preparam para posicionar o Ceará como um grande player no mercado de hidrogênio verde (H2V). Outros projetos em andamento no complexo são a instalação de uma termelétrica movida a gás natural e a Refinaria de Petróleo do Pecém, e a implementação do Terminal de Apoio para Construção dos Parques Eólicos Offshore. 

O pacto, articulado pela Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) no período de 2011 a 2014, é agora uma ação entre CIPP S/A, Governo do Estado, Assembleia Legislativa do Ceará, prefeituras de Caucaia e de São Gonçalo do Amarante e Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP). 

 

LEIA MAIS:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar