Ibovespa
124.781,74 pts
(-0,44%)
Dólar comercial
R$ 5,28
(1,71%)
Dólar turismo
R$ 5,49
(1,76%)
Euro
R$ 5,59
(1,50%)

Navio movido a gás natural chega ao Tecon Rio Grande: marco para a navegação brasileira

CMA CGM BAHIA, movido a gás natural, escolhe o Tecon Rio Grande como escala em sua rota para Cingapura
Por Redação em 26 de fevereiro de 2024 às 12h27
Navio movido a gás natural chega ao Tecon Rio Grande: marco para a navegação brasileira
Foto: Divulgação/Wilson Sons
Foto: Divulgação/Wilson Sons

O mês de fevereiro marcou um importante avanço na navegação do Brasil com a chegada do primeiro navio movido a gás natural da CMA CGM, operado pela Wilson Sons, no Tecon Rio Grande (RS). Após sua parada em Rio Grande, o navio seguiu para Cingapura.

Batizado de CMA CGM BAHIA e construído em 2023, a embarcação possui capacidade operacional de 13.000 TEUs (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés). Com 336 metros de comprimento e 51 metros de largura, escolheu o Tecon Rio Grande como ponto de escala em sua linha marítima. A CMA CGM tem como meta tornar-se Carbono Zero Líquido até 2050 e planeja operar 120 navios movidos a baixo teor de carbono até 2028, reduzindo as emissões em suas operações.

A Wilson Sons destaca a sustentabilidade e a redução de impactos ambientais como um dos pilares estratégicos da empresa. O Tecon Rio Grande iniciou a utilização de energia 100% proveniente de fontes renováveis para reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera, assegurada por meio dos IRECs (International Renewable Energy Certificates), permitindo zerar as emissões de escopo 2 do terminal.

Paulo Bertinetti, diretor-presidente do Tecon Rio Grande, afirma a importância de estarem aptos a atender clientes globais. Ele ressalta que o terminal está preparado para receber embarcações de todos os tipos, incluindo aquelas movidas a gás natural, o que demonstra o alinhamento de propósitos com a CMA CGM em busca de menor impacto ambiental.

Neusa Marcelino, General Manager da CMA CGM Brasil, destaca que a chegada do CMA CGM BAHIA marca o início de uma nova era na indústria naval brasileira. Ela enfatiza o compromisso do Grupo em avançar nas metas econômicas sustentáveis do país e em superar expectativas, apoiando iniciativas sustentáveis dos clientes.

O Tecon Rio Grande destaca-se como um dos quatro portos na costa leste da América do Sul com calado suficiente para atender navios New Panamax, contribuindo significativamente para o desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul. Com uma capacidade atual de 1,4 milhão de TEUs/ano, é fundamental para o comércio internacional e recebe as principais linhas que escalam a América Latina, oferecendo serviços semanais para todos os trades.


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar