Ibovespa
124.840,33 pts
(-0,39%)
Dólar comercial
R$ 5,26
(1,46%)
Dólar turismo
R$ 5,49
(1,69%)
Euro
R$ 5,59
(1,45%)

Marimex anuncia investimentos de R$ 350 milhões em novo terminal portuário

Companhia lançou ainda uma nova plataforma omnichannel de inteligência artificial para a logística integrada no Porto de Santos
Por Redação em 22 de março de 2024 às 9h00
Marimex anuncia investimentos de R$ 350 milhões em novo terminal portuário
Foto: Divulgação / Porto de Santos
Foto: Divulgação / Porto de Santos

A empresa portuária Marimex anunciou detalhes da implementação do seu novo terminal alfandegado, no Porto de Santos. O projeto está previsto para entrega em três anos e conta com investimentos de mais de R$ 350 milhões. A nova área está localizada na margem direita do cais santista, no bairro do Valongo, a aproximadamente 5km de distância do atual. Com cerca de 90 mil metros quadrados de área total, o novo terminal contará com 25 mil metros quadrados de armazéns cobertos para cargas e 65 mil metros quadrados de pátio para contêineres. As informações foram divulgadas durante um evento, promovido pela empresa, nesta quinta-feira (7), em São Paulo.

A companhia afirma que o novo terminal permitirá melhor acesso aos veículos de carga, bem como reduzirá os tempos de movimentação intraporto nas operações de importação e exportação. Além disso, contará com áreas destinadas ao atendimento de cargas controladas pela ANVISA, MAPA, IBAMA e Exército, refrigerados e climatizados e capacitada para operar todos os demais tipos de carga que necessitam de controle rigoroso e habilitação dos órgãos.

“Entre as metas da Marimex, está levar melhores condições para a movimentação de cargas no Porto, agilizando os processos, o que, sem  dúvida, trará benefícios como rapidez e eficiência, aprimorando o custo-benefício para os usuários”, disse o presidente da empresa, Antonio Carlos Cristiano da Fonseca.

Segundo Antonio Carlos, o projeto manterá o pioneirismo das atividades 24 horas por e 7 dias por semana. O projeto prevê sete portões de entrada e saída de veículos 100% automatizados e controlados via sistema exclusivo da Marimex, utilizando tecnologias para identificação, medição, conferências de peso, entre outros. Ele explica que o novo scanner possibilitará um controle ainda maior das cargas, visando segurança e confiabilidade no processo. 

Outro destaque anunciado no evento foi sobre a preservação e restauração do armazém que existe na área, que foi tombado e agora pertence ao patrimônio histórico de Santos. Com 5,7 mil metros quadrados, a edificação abrigará a nova sede da empresa.

 

Projeto de IA para a logística integrada
Durante o evento, a Marimex também lançou a nova plataforma omnichannel de inteligência artificial que promete revolucionar a logística integrada no Porto de Santos. O objetivo da ferramenta é superar desafios logísticos com soluções eficientes e inteligentes com recursos como chatbot, notificações em tempo real e mais segurança através do monitoramento de perímetro. Chamada CAIO (Cargo Artificial Intelligence Orchestrator), a plataforma foi baseada pelo acrônimo em alusão ao nome do presidente da empresa, que embora chame Antonio Carlos Cristiano da Fonseca, é conhecido pelo setor como Caio. 

Para o gerente de TI da empresa, Alexandre Shimabuko, a importância desta iniciativa é a busca de melhorias e eficiência nas questões de controle documental e operacional, além de oferecimento de informações. “Com o uso de Machine Learning é possível antecipar o fluxo e ações para garantir a agilidade, assertividade e confiabilidade no processo”, explicou.


IA e produtividade

A ocasião também contou com a palestra “Inteligência Artificial na Logística Integrada”, realizada por um dos maiores especialistas do Brasil em tecnologia e produtividade, Christian Barbosa. O empresário foi convidado pela Marimex para desenvolver a estratégia Venture Corp na empresa, com o intuito de abrigar novos modelos de negócios e parcerias, com expectativas para revolucionar a maneira como o setor de infraestrutura lida com a logística, incluindo a elaboração de métodos inéditos para aprimorar a eficiência.

Desde 1998, Barbosa é investidor-anjo e já investiu em dezenas de startups. O grupo DreamMaker Holding conta com 16 startups no portfólio em quatro países. Em 2023 foram mais de R$ 4 bilhões nas operações das empresas.

Na oportunidade, Barbosa também revelou os benefícios que a IA pode trazer para a logística integrada, como: descobrir pessoas certas para as tarefas; previsão de vendas, gastos, investimentos; descobrir anomalias; otimização de rotas; gerenciamento no armazém; automação de burocracia e atendimento ao cliente.

“A Marimex está entre as empresas que busco desenvolver projetos e startups ligados à integração logística da empresa a partir do uso da inteligência artificial”, contou Barbosa.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar