Ibovespa
119.293,04 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(0,82%)
Dólar turismo
R$ 5,63
(0,84%)
Euro
R$ 5,83
(1,09%)

Ranking 100 Open Startups expande premiação para a América Latina

Lista premiará startups e corporações internacionais; empresas têm até 15 de junho para se inscreverem
Por Redação em 10 de junho de 2022 às 12h30 (atualizado às 21h38)

A 100 Open Startups recebe, até o dia 15 de junho, inscrições de startups e corporações para a edição 2022 do Ranking 100 Open Startups. A novidade deste ano é a expansão da premiação para a América Latina. A lista, que é publicada desde 2016 no Brasil e chegou à Colômbia na edição 2021, tem foco na prática de inovação aberta e destaca as startups mais atraentes para o mercado corporativo e as corporações líderes em open innovation com startups, ampliando seu reconhecimento e atraindo novas oportunidades de negócios. 

Com a expansão, além das premiações no Brasil e na Colômbia, haverá uma premiação geral Latam e rankings regionais. “A iniciativa faz parte do processo de expansão da 100 Open Startups, que quer impulsionar a prática de open innovation em mais países, como aconteceu no Brasil e tem sido o caso também da Colômbia. Aqui no Brasil, somos referência em inovação aberta e queremos ser os representantes mundiais desse tema”, comenta Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups. Com a expansão e o crescimento da prática, a expectativa é que a quantidade de contratos de open innovation dobre em relação a 2021, quando foram registrados mais de 26 mil relacionamentos entre corporações e startups. 

Para o ranking das startups, a edição 2022 chega com novidades. Além das categorias por comunidade, como HealthTechs, FinTechs e EdTechs, por exemplo, o Ranking 100 Open Startups também contará com categorias com foco em destacar e reconhecer startups por seu impacto positivo e pela diversidade dos empreendedores. São elas: Top Empreendedorismo Feminino, Top Empreendedorismo LGBTQIA+, Top Empreendedorismo Negro, Top Empreendedorismo Sênior, TOP Acessibilidade e Inclusão, Top Impacto Social, Top Sustentabilidade & Meio Ambiente e Top Governança Corporativa. 

Outra novidade é que a categoria Top Ecossistema, que reconhece instituições e programas por seu apoio ao ecossistema de inovação, terá duas premiações: além das startups, as corporações também poderão indicar os agentes de ecossistema que contribuíram para suas trajetórias de open innovation. 
No ano passado, entre as mais de 18 mil startups cadastradas, 2.414 tiveram contratos de open innovation com corporações validados para o Ranking 2021, contra 1.310 em 2020. Os números demonstram que mais de mil novas startups geraram impacto nas cadeias tradicionais. Na edição de 2021, a pontuação total do ranking, que reflete a quantidade e intensidade dos relacionamentos entre corporações e startups, registrou mais de 75 mil pontos, apontando um crescimento de 118% se comparado a 2020.

Para serem elegíveis para as premiações principais, as startups devem ter faturamento inferior a US$ 2,5 milhões no exercício fiscal do ano anterior à publicação do ranking e não ter recebido mais de US$ 2,5 milhões em investimento direto.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar