Ibovespa
120.340,30 pts
(0,59%)
Dólar comercial
R$ 5,44
(0,15%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,59%)
Euro
R$ 5,85
(0,22%)

Norsul tem meta de zerar as emissões de CO2 até 2050

Setor espera tornar navios e combustíveis com emissão zero a escolha número um do mundo até 2030
Por Redação em 21 de março de 2022 às 13h00

A empresa de logística multimodal Norsul se prepara para zerar as emissões de carbono de suas operações até 2050. Há 58 anos no mercado, empresa explica que já realizava ações de ESG antes mesmo da sigla existir, tendo a sustentabilidade como um valor. 

Desde 2020, a Norsul neutraliza 100% das emissões de carbono com o Programa Carbono Neutro Norsul. A empresa continuará a neutralizar as emissões em 2022, utilizando créditos gerados pela preservação de mata nativa e também gerados em aterros sanitários que capturam metano e o transformam em biometano, que futuramente poderá ser utilizado como combustível alternativo para embarcações de emissão zero.    

“A sustentabilidade é um dos principais valores da nossa empresa e vivemos isso há mais de 50 anos. Para nós, ESG é responsabilidade de todos e somos comprometidos em fazer a nossa parte, querendo sempre fazer o bem para o planeta e pessoas também” destaca Gustavo Paschoa, diretor de Novos Negócios da Norsul. 

Participando ativamente de discussões a respeito do tema, a meta da Norsul vai ao encontro das expectativas da comunidade marítima internacional. Através da Call to Action, iniciativa da Getting to Zero Coalition, da qual a Norsul faz parte, espera-se mobilizar a sociedade para o compromisso de tornar navios e combustíveis com emissão zero a escolha número um do mundo até 2030.   

“O objetivo é ter um navio de emissão zero escalável, comercialmente viável, o mais breve possível. Temos muitos hoje, alguns com vários dispositivos que permitem reduzir as emissões em até 80%. Mas é necessário criar escala. Na Noruega, por exemplo, existem navios movidos a bateria. Mas não temos hoje um modelo zero emissão, o que chamamos de well-to-wake, do início da prospecção daquela energia até a otimização dela no propulsor do navio, o ciclo completo”, aponta Angelo Baroncini, diretor-presidente da Norsul.     

Além disso, a empresa estuda combustíveis alternativos junto a organizações do segmento e fora dele também, para que possa não somente neutralizar, mas reduzir drasticamente as emissões. Em paralelo, a marca está se empenhando para tornar a frota e a operação mais eficientes energeticamente e, num futuro não muito distante, descarbonizar as fontes de energia utilizadas para mover a frota como um todo.   

“O processo de descarbonização é um tema central para a Norsul e nossos clientes. Nosso compromisso é sempre estar na vanguarda destas ações e estamos investindo fortemente na neutralização e nas pesquisas de combustíveis alternativos, além de tecnologias”, reforça Paschoa.  

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar