Ibovespa
127.625,84 pts
(-0,03%)
Dólar comercial
R$ 5,60
(0,30%)
Dólar turismo
R$ 5,81
(0,28%)
Euro
R$ 6,10
(0,13%)

Wilson Sons busca reduzir impacto ambiental de rebocadores e embarcações offshore

Companhia assinou um memorando de entendimento com a Caterpillar
Por Redação em 9 de dezembro de 2022 às 14h31 (atualizado às 19h58)

A Wilson Sons assinou um memorando de entendimento com a Caterpillar para que a empresa preste apoio na adoção de tecnologias e serviços de trem de força que favorecerão o cumprimento de suas metas de redução de emissões e descarbonização em rebocadores e operações offshore.

Juntamente com sua revendedora Sotreq, a Caterpillar supervisionará a implementação de retrofits e upgrades para reduzir o impacto ambiental da frota existente da Wilson Sons, além de serviços tecnológicos voltados para o monitoramento de emissões e uso de combustíveis com baixo teor ou livres de carbono.

Leia mais: Tecon Rio Grande realiza operação do navio ONE Amazon

“Melhorar a sustentabilidade nas operações marítimas exige não apenas a construção de navios novos e mais eficientes que utilizem combustíveis com baixo teor de carbono, mas também um entendimento sobre como podemos reduzir o impacto das frotas existentes. A parceria com a Wilson Sons nos permite encontrar soluções para esses dois desafios a partir da perspectiva de uma grande operadora”, comenta Brad Johnson, vice-presidente e gerente geral da Caterpillar Marine.

“O memorando é um passo importante para a Wilson Sons aumentar ainda mais a eficiência e a sustentabilidade das operações portuárias. Temos um projeto de construção de seis novos rebocadores, dos quais dois já foram entregues. Esses rebocadores já incorporam novas tecnologias, entre as quais o Tier III, que é um padrão para emissão de gases. Ressalto que o design inovador dos rebocadores permite uma redução estimada de até 14% nas emissões de gases de efeito estufa em função de uma hidrodinâmica mais eficiente por meio das duplas quilhas, que melhoram a navegação e aumentam a capacidade de arrasto durante as manobras”, explica Adalberto Souza, diretor executivo dos estaleiros da Wilson Sons. “Nos próximos anos vislumbramos projetos com novos rebocadores com redução nas suas emissões, usando baterias ou combustível alternativo, como biodiesel, metanol e etanol”. 

Leia mais: Wilson Sons certificado com o Selo Ouro no Programa GHG Protocol

“No caso de upgrades de motores, nossa solução se beneficia da alta durabilidade dos motores Caterpillar Marine, trazendo melhorias de engenharia, redução de emissões e aprimoramentos em termos de desempenho, desenvolvidos desde o início do projeto original. Quando também há grandes projetos de recondicionamento de motores, nossos clientes conseguem aumentar significativamente o valor de seus ativos por um investimento adicional razoável. Além disso, contamos com todo o suporte do programa Cat Reman, reduzindo o desperdício e minimizando a necessidade de matéria-prima, energia e água na produção de novas peças”, finaliza Andres Perez, gerente global do segmento de Rebocadores da Caterpillar Marine.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar