Ibovespa
129.020,02 pts
(-0,87%)
Dólar comercial
R$ 4,97
(0,06%)
Dólar turismo
R$ 5,17
(0,14%)
Euro
R$ 5,37
(-0,21%)

Ford investe mais de US$ 50 bi para desenvolver veículos elétricos e baterias

Investimento tem sido realizado dentro do período 2022-2026
Por Redação em 5 de abril de 2023 às 11h03 (atualizado às 11h03)
Ford investe mais de US$ 50 bi para desenvolver veículos elétricos e baterias

A Ford está investindo mais de US$ 50 bilhões em todo o mundo, de 2022 a 2026, para desenvolver e fabricar veículos elétricos e baterias. A empresa busca alcançar a própria meta de produção anual de 600 mil veículos elétricos até o final de 2023, e de mais de 2 milhões até o final de 2026. Até 2030, a marca espera que metade do volume de suas vendas globais seja de veículos elétricos.

De acordo com o Relatório Integrado de Sustentabilidade e Finanças 2023 divulgado pela montadora nesta segunda-feira (3), um veículo elétrico da Ford pode reduzir em até 60% as emissões de dióxido de carbono ao longo da sua vida útil, dependendo do modelo, quando carregado com eletricidade média da rede dos EUA, comparado com um veículo semelhante a combustão.

"Além das emissões de seus veículos, o compromisso da Ford com a neutralidade de carbono tem como foco a redução das emissões das instalações, processos e eletricidade que suportam as suas operações e cadeia de suprimentos global", disse a empresa em comunicado.

LEIA TAMBÉM: Ford lança a Transit Automática, primeira van do mercado brasileiro com transmissão automática

Ainda segundo o relatório, a empresa reduziu as emissões de nível 1 e 2 em 35,4% desde 2017, que incluem as emissões diretas de suas operações e as emissões indiretas da energia comprada. Para isso, a Ford investiu mais de US$ 26 milhões no aprimoramento de instalações para melhorar a eficiência e a conservação de energia nos processos de fabricação, que a ajudaram a atingir uma redução de 40% nas emissões absolutas de gases de efeito estufa na manufatura desde 2017.

"A empresa também avança na transição para o uso de eletricidade livre de carbono, que hoje chega a 60,6% em suas operações globais, incluindo toda a eletricidade comprada para fabricação na Europa e México. Globalmente, 42,6% da sua eletricidade vem de fontes renováveis", completa o comunicado.

Já no período de 2019 a 2022, a montadora conseguiu reduzir aproximadamente 23% suas emissões gerais de nível 3, que incluem as emissões de fornecedores, produtos e outras fontes fora das instalações. A empresa foi a primeira montadora estadunidense a incluir sua cadeia de suprimentos global na plataforma Manufatura 2030, convidando 3 mil plantas de fornecedores Tier 1 a participar do programa, projetado com o objetivo de ajudar a medir, controlar e reduzir as emissões. Atualmente, a Ford planeja convidar outros fornecedores diretos e indiretos a participar da Manufatura 2030 em 2023.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar