Ibovespa
129.465,41 pts
(0,27%)
Dólar comercial
R$ 5,48
(1,00%)
Dólar turismo
R$ 5,69
(0,98%)
Euro
R$ 6,00
(1,33%)

MRS aponta redução de 4% nas emissões de gases em seu relatório de sustentabilidade

Documento ainda aponta a participação de mais de 1000 mulheres no quadro de funcionários e 24% dos cargos de liderança ocupados por elas
Por Redação em 18 de junho de 2024 às 11h16
MRS aponta redução de 4% nas emissões de gases em seu relatório de sustentabilidade
Capa do Relatório de Sustentabilidade 2023 da MRS Logística. Foto: Reprodução / MRS Logística
Capa do Relatório de Sustentabilidade 2023 da MRS Logística. Foto: Reprodução / MRS Logística

A MRS Logística, operadoras de carga que administra a ferrovia Malha Regional Sudeste, reduziu em cerca de 4% a intensidade das emissões de gases de efeito estufa em 2023, mesmo ano em que a companhia bateu recorde histórico de 197,5 milhões de toneladas de cargas transportadas. É o que apontou o Relatório de Sustentabilidade 2023, divulgado na última semana de maio.

De acordo com a empresa, a diminuição da emissão de gases por unidade de produção, mesmo com o aumento do transporte de cargas, se deve a uma série de iniciativas adotadas: aprimoramento da condução pelos maquinistas, otimizando o consumo de combustível; aumento no tamanho dos trens; utilização de locomotivas mais eficientes; aumento da velocidade dos trens em pontos chave da ferrovia, usando a inércia do trem para economizar; aumento da produtividade das locomotivas, melhorando o giro de ativos e a relação de HP por TB (Potência de Locomotivas por Tonelada Bruta); e redução do tempo de locomotivas ligadas desnecessariamente.

Ainda sobre energia, foi ampliado o uso de energia limpa com a inclusão de uma nova fornecedora de energia solar, atendendo a unidades de baixa tensão em São Paulo (SP), o que fez com que 89% da matriz de energia elétrica, adquirida pela MRS, passasse a ser proveniente de energia limpa, um aumento de 3p.p. em relação a 2022.

“Os números positivos são resultado de iniciativas que vêm sendo adotadas pela companhia para avançar nos três pilares que contemplam a agenda ESG. Entre tantas ações, vale destacar o aprimoramento do modelo de trem de minério de 272 vagões, que é duas vezes maior que o padrão, investimento que resultou em eficiência no consumo de combustível e redução de emissão de gases, superando o desempenho do modelo padrão em alguns trechos”, diz Guilherme Segalla de Mello, presidente da MRS.

Se tratando de diversidade, o documento aponta que a companhia atingiu o marco de mais de 1000 mulheres, uma parcela de 15,6% do total de colaboradores. Já nos cargos de liderança da companhia, a representatividade feminina chegou a 23,7%.

Em relação ao desenvolvimento de colaboradores, de forma geral, somam-se mais de R$ 15 milhões em investimentos, o que representa 57,6 horas-aula de treinamento por colaborador, em média. Ainda olhando para o time MRS, em 2023, foi registrada a melhor taxa de acidentes pessoais da história: 0,39.

“Para alcançar esses números, temos atuado em diferentes frentes: recrutamento, valorização das mulheres, incentivo para a qualificação dos profissionais e foco total em segurança. São iniciativas que vão ao encontro da cultura MRS, de cuidar das pessoas e desenvolver os nossos talentos”, diz o presidente da MRS.

 

Meio ambiente

No ano passado, foram destinados mais de R$ 21,3 milhões para atividades e projetos ambientais. Deste valor, R$ 2,5 milhões foram destinados à recuperação de 13,7 hectares de áreas degradadas em Quatis (RJ) e Lagoa Dourada (MG) e R$ 69 mil para a continuidade da manutenção de uma área de 0,54 hectare em Brumadinho (MG), recuperada em 2021.

A MRS também investe em programas de educação ambiental. Em 2023, 1400 colaboradores foram envolvidos em 50 ações, como campanhas e treinamentos. Além de focar no público interno, a empresa realizou 40 ações nas comunidades, como palestras nas escolas e intervenções porta a porta, para promover a conscientização ambiental e proporcionar diálogos diretos com os moradores das regiões.

 

Social

Em 11 anos, entre 2012 e 2023, a MRS investiu mais de R$ 100 milhões em projetos de incentivo, sendo R$ 23 milhões apenas no ano passado, quando foram apoiados 67 projetos: 19 deles amparados pela Lei Federal da Cultura; 7 projetos esportivos respaldados pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte; 6 de apoio à atenção da saúde da Pessoa com Deficiência; 2 projetos de apoio à atenção oncológica; 18 projetos por meio do Fundo da Infância e Adolescência e 15 projetos via Fundo do Idoso. 

Ainda sobre os projetos de incentivo à cultura, a companhia destinou R$ 1,4 milhão para a recuperação do Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora (MG), instituição que guarda o segundo maior acervo do império brasileiro. Ainda no estado, a companhia apoia obras de restauro das estações ferroviárias de Santos Dumont e de Souza Aguiar, que devem ser concluídas ainda neste ano.

Também em 2023, o Estado do Rio de Janeiro inaugurou o restauro da Estação Ferroviária de Engenheiro Paulo de Frontin, que contou com o apoio financeiro integral de R$ 3,7 milhões da MRS. Após três anos, o espaço, agora, está apto a oferecer curso de artesanato, aulas de música, teatro e outras manifestações culturais e artísticas.

Já em relação às ações direcionadas à comunidade, vale destacar que eventos de “Páscoa”,” Dia das Crianças” e “Natal” resultaram na entrega de 31.610 itens, como cestas básicas, caixas de bombons, brinquedos e materiais escolares, distribuídos para 36 municípios, bem como jogos educativos de cartas com informações de conteúdo sobre segurança e proteção ambiental, produzidos pela própria MRS. Na divisão entre seus estados de atuação, foram 14.030 doações para o do Rio de Janeiro; outras 11.741 para São Paulo; e 5.818 para Minas Gerais.

 

Governança

No ano passado, o Comitê de Sustentabilidade da MRS foi reestruturado, direcionando o foco que, até então, era apenas para ações de compliance e gestão de riscos para um escopo mais amplo, voltado aos pilares ESG. Em 2023, a companha iniciou as tratativas para integrar-se ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), que reúne empresas, organizações da sociedade civil e governos para promover os princípios universais dos direitos humanos, do trabalho, do meio ambiente e do combate à corrupção. No início deste ano, a MRS tornou-se signatária, passando a direcionar, ainda mais, as estratégias de sustentabilidade da companhia por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar