Ibovespa
127.625,84 pts
(-0,03%)
Dólar comercial
R$ 5,60
(0,30%)
Dólar turismo
R$ 5,81
(0,28%)
Euro
R$ 6,10
(0,13%)

Ulma equipa hub logístico de fabricante de papel tissue na Argentina

Projeto de automatização inclui nove transelevadores e um sistema de movimentação de materiais por STVs interligando a linha de produção ao CD
Por Redação em 15 de julho de 2020 às 14h49 (atualizado às 14h50)

A Ulma Handling Systems foi escolhida pela Papelera Samseng, companhia argentina fabricante de papel tissue, para automatizar seu hub logístico localizado no distrito industrial de Buenos Aires.

Atualmente com uma produção anual em torno de 50 mil toneladas que são comercializadas dentro da própria Argentina, a Papelera Samseng deu início à automatização de seu hub logístico com a integração à planta fabril, a partir de um plano de negócios que previa crescimento nos próximos anos. A empesa detectou a necessidade de elevar seus níveis de produtividade, flexibilidade e capacidade de armazenagem para atender à demanda do mercado, mas não havia espaço físico.

“Há alguns anos percebemos que a demanda futura nos traria um grande desafio ligado à capacidade de movimentar, armazenar e expedir um volume de produtos que já apresentava crescimento”, revela o gerente de Projetos da Papelera Samseng, Carlos González. “Nos faltava espaço físico e avaliamos que investir em tecnologia e a sugestão de uma solução globalmente assimilada pareceu ser o melhor caminho.”

A experiência internacional da Ulma, somada à parceria com a japonesa Daifuku, foram determinantes na escolha da solução para a Papelera Samseng: o projeto proposto foi a construção de um novo armazém autoportante com 26 metros de altura, equipado com nove transelevadores e capacidade de estocagem de mais de 31 mil paletes.

Ulma equipa hub logístico de fabricante de papel tissue na Argentina

Adicionalmente, o complexo conta com duas linhas de entrada. A primeira, que conecta a área de produção com o armazém automatizado, conta com um sistema de Sorting Transfer Vehicles (STVs,) de seis veículos de alta performance para movimentação, classificação e coleta de itens em múltiplas estações. A segunda linha de entrada, apenas para matéria-prima, fica diretamente no armazém, empregando os transelevadores.

Alex Gutierrez, diretor de Operações para a América Latina na Ulma, explica que existe uma diferença na dinâmica de movimentação dessa instalação, em que os paletes de produtos acabados entram pela entrada principal do armazém depois de passar pelo sistema de STVs, enquanto os paletes de matéria-prima entram diretamente pela parte traseira do armazém automatizado. Dois dos transelevadores do sistema compartilham tanto as entradas quanto as saídas por ambos os lados do armazém.

“O sistema de armazenagem equipado com nove transelevadores de fundo duplo e o circuito de STVs satisfaz plenamente as necessidades de fluxo tanto da entrada das linhas de produção quanto a alta demanda da expedição da Papelera Samseng”, detalha Gutierrez. “Tudo isso comandado pela inteligência do Software de Gestão de Armazém (SGA), que dá suporte às operações diárias do sistema com objetivo de obter o maior rendimento global.”

O executivo reforça, ainda, que o projeto da Papelera Samseng foi desenhado para ampliar a produtividade dos fluxos logísticos em relação a sistemas convencionais e racionalizar a utilização do espaço disponível para estocagem de paletes, provendo total rastreabilidade dos produtos e eficiência na movimentação e manuseio dos materiais. “A instalação logística abrange da armazenagem à expedição de paletes completos monorreferência para pedidos mutirreferência. Há também uma área de picking na qual o processo de preparação de pedidos é de grande simplicidade graças ao sistema pick to light”, detalha Gutierrez.

Como resultado, a Papelera Samseng comemora um salto positivo de qualidade em sua operação e nos negócios como um todo. González destaca que a operação do novo hub logístico já está permitindo a armazenagem sistematizada e a expedição eficiente dos produtos, com redução drástica de erros na entrega. “Estamos expedindo volumes maiores de produtos para os clientes e entregando com pontualidade. A mudança cultural na nova metodologia de trabalho é algo que ainda estamos assimilando, mas posso dizer que já estamos nos beneficiando da organização e qualidade nas entregas de toda nossa linha de produtos”, conclui o gerente de Projetos.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar