Ibovespa
119.563,63 pts
(-0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(0,52%)
Dólar turismo
R$ 5,62
(0,70%)
Euro
R$ 5,80
(0,71%)

SPA fecha parceria com startups para implantação de ferramentas em Santos

Sistemas da Navalport e da Logshare vão otimizar atracação de navios e compartilhamento de cargas no porto
Por Redação em 8 de junho de 2022 às 14h00 (atualizado em 10/06/2022 às 21h50)

A Santos Port Authority (SPA) assinou dois acordos de cooperação técnica com as startups Navalport e Logshare, do sistema Cubo Itaú, para desenvolver sistemas tecnológicos no Porto de Santos (SP). As soluções a serem propostas são a otimização do processo de programação e gestão dos berços de atracação e melhorias no processo de compartilhamento de carga. 

Os acordos integram programa de inovação da autoridade portuária que pretende colocar o Porto de Santos em um novo patamar de inovação tecnológica. O programa intensifica a cooperação entre SPA, terminais portuários, instituições científicas e tecnológicas, institutos de pesquisa e startups na busca por soluções compartilhadas para a atividade portuária. 

Os acordos são válidos por 12 meses renováveis pelo mesmo período e não têm quaisquer ônus financeiros para a SPA. A companhia disponibilizará dados e informações para que as startups implantem seus produtos que, futuramente, poderão ser replicados em outras operações portuárias no mundo. 

Pelo acordo, a Navalport implantará sua plataforma num prazo de seis meses, visando a otimização da programação de atracação de navios no Porto de Santos. Tal iniciativa será viabilizada com a integração dos sistemas operacionais dos terminais portuários ao sistema de agendamento para caminhões da SPA (Sealog) e ao Automatic Identification System (AIS) e com a implementação da ferramenta Port Insight, um sistema inédito, concebido para melhorar a gestão de berços de atracação, filas de navios e planejamento das operações aquaviárias. Com isso, será possível otimizar o processo de programação e gestão dos berços de atracação hoje existente no Porto de Santos. 

A Logshare, por sua vez, implementará uma plataforma para carga combinada a partir da integração com o Sealog. A expectativa da SPA é que, se bem-sucedida, a solução otimize a contratação dos veículos que têm como destino o Porto de Santos, para que possam retornar aos seus pontos de origem com cargas, o chamado backhaul, gerando ganhos e redução de custos para caminhoneiros, transportadoras, embarcadores e setor portuário. O sistema a ser implantado pela Logshare já é aplicado em outros ambientes, mas inédito no setor portuário e procurará responder a um desafio em nível internacional. 

“Estabelecer um novo paradigma tecnológico para o Porto de Santos, buscando estimular a geração de inovações com alto potencial de impacto e ganhos de eficiência que possam ser implementadas, também, em todo o setor portuário nacional”, comenta o diretor de Operações da SPA, Marcelo Ribeiro.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar