Ibovespa
120.340,30 pts
(0,59%)
Dólar comercial
R$ 5,44
(0,15%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,59%)
Euro
R$ 5,85
(0,22%)

VLI otimiza embarque e desembarque de navios no Terminal de Produtos Diversos

Tecnologia permite a redução no tempo de operação, gerando mais capacidade de movimentação de carga
Por Redação em 13 de dezembro de 2022 às 14h30
VLI otimiza embarque e desembarque de navios no Terminal de Produtos Diversos

A VLI passou a utilizar o Sistema de Planejamento de Embarque e Desembarque de Navios (Speed), desenvolvido pela própria companhia para promover mais eficiência nas operações de carga e descarga dos navios, otimizando os processos em seus portos, no Terminal de Produtos Diversos (TPD), localizado em Vitória, no Complexo de Tubarão. 

O software já estava sendo usado nas operações da VLI no Porto do Pecém (CE). Antes do Speed, o plano de desembarque de navios era feito exclusivamente pelo capitão e com foco exclusivo na estabilidade do navio, sem preocupação com o tempo necessário para a conclusão do desembarque. Assim, o tempo de operação era diretamente impactado.

Leia mais: Terminal Portuário São Luís movimenta 4,7 milhões de toneladas

Segundo o gerente de Transformação Digital para Portos e Terminais da VLI, Luciano Gonçalves Pereira, a estimativa de ganho com a ferramenta é de duas horas por navio. “Considerando 45 navios no berço operado pela VLI, o ganho será a redução de 90 horas operacionais em um ano”, avalia.

O executivo explica que para ser implantada no TPD, a plataforma passou por alguns ajustes em função da diferença de produtos e navios em relação a Pecém. “O principal ganho é a melhora na eficiência operacional do desembarque de navios, pois o software permite planejar o desembarque e simular cenários otimizados, de forma a aumentar a simultaneidade da operação dos descarregadores de navios. Os planos e simulações consideram a estabilidade do navio e outras variáveis identificadas durante a operação para garantir a segurança estrutural da embarcação”, frisa.

Leia mais: VLI inicia operação em novo corredor de fertilizantes da FCA

A próxima fase do Speed, que é o plano de embarque, está prevista para funcionar no TPD já no início de 2023. Nesse momento ela está sendo desenvolvida no Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), localizado na Baixada Santista, em São Paulo, e no Terminal Portuário de São Luís (TPSL), no estado do Maranhão. 

Segundo Pereira, a expectativa é que a segunda fase da tecnologia gere eficiência com a redução de 15% no tempo operacional de embarque por navio no TPD, aumentando a capacidade de movimentação de carga durante o ano.

Futuramente, o Speed deve ser replicado para todos os terminais portuários onde a VLI atua. “Em conjunto com a Gerência Marítima Portuária da VLI estamos estruturando uma equipe técnica especializada para a elaboração desses planos otimizados, que atenderão todos os portos da VLI”, finaliza o gerente.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar