Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

ABB E-mobility e Scania realizam 1º teste no desenvolvimento do sistema de carregamento de megawatts

Teste representa um marco global no desenvolvimento do sistema de carregamento para veículos pesados
Por Redação em 24 de maio de 2023 às 10h36
ABB E-mobility e Scania realizam 1º teste no desenvolvimento do sistema de carregamento de megawatts
Foto: Divulgação/ABB E-mobility
Foto: Divulgação/ABB E-mobility

A Scania instalou e testou com sucesso um sistema piloto de carregamento de megawatts da ABB E-mobility, representando o próximo marco no desenvolvimento de uma solução de carregamento eficiente e de alta potência para veículos pesados. Esse foi o primeiro teste realizado no desenvolvimento do sistema. A tecnologia permitirá reduzir pela metade o tempo de carregamento para veículos pesados.

O teste inicial foi destinado para provar a viabilidade técnica do carregamento de alta corrente. Isso resultará na implantação progressiva de carregadores de alta potência, começando em 1.500 Amperes e, eventualmente, estendendo-se para o escopo completo do MCS de até 3.000 Amperes, de acordo com informações da ABB.

"A tecnologia MCS é crítica para os caminhões elétricos de longa distância da Scania, em que tanto o tempo de direção quanto o tempo de descanso são regulados por lei. O veículo pode ser conduzido por no máximo 4,5 horas antes que o motorista precise fazer uma pausa de 45 minutos e, durante esse período, o caminhão precisa carregar com energia suficiente para operar por mais 4,5 horas. Devido ao tamanho das baterias, o carregamento rápido e de alta potência é essencial", disse a ABB em comunicado.

A partir deste ano, a Scania pode oferecer caminhões com o conector pré-padrão MCS para clientes com necessidades específicas e pronunciadas, com o início da produção previsto para 2024. A ABB E-mobility apresentará a próxima iteração de sua tecnologia MCS no final de 2024/início de 2025. 

"Verificamos um impulso no transporte elétrico e o nosso objetivo é que 50% de todos os veículos que vendermos anualmente até 2030 sejam elétricos. Para atingir esse objetivo, será necessária infraestrutura e o MCS é uma peça crucial do quebra-cabeça para que ela avance daqui para frente ", afirma Fredrik Allard, Responsável da E-mobility da Scania.

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar