Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

Michelin Connected Fleet exporta para o México tecnologia brasileira de gestão integrada de frotas

Solução promete aumento de produtividade
Por Redação em 7 de julho de 2023 às 10h28
Michelin Connected Fleet exporta para o México tecnologia brasileira de gestão integrada de frotas
Foto: Divulgação/Michelin
Foto: Divulgação/Michelin

A Michelin Connected Fleet expande a sua marca na América Latina com o anúncio da exportação para o México de uma tecnologia brasileira de gestão integrada de frotas que promete gerar um aumento de produtividade. A partir de agora, transportadores e embarcadores mexicanos terão acesso à Torre de Controle Michelin Connected Fleet, ferramenta que oferece uma visão integrada da operação.

Além do Brasil, a solução está disponível também na Europa e na África do Sul. A Torre de Controle é um sistema de gestão que integra planejamento, gerenciamento e execução do transporte logístico de mercadorias do ponto de origem até o destino. Entre os principais benefícios disponíveis estão: gestão em tempo real, relatório de dados gerenciais, velocidade na informação para tomada de decisão imediata, rotina automatizada, otimização e disponibilidade da frota.

"A experiência brasileira com a Torre de Controle aponta que mais de 95% dos clientes que testaram por 30 dias contrataram a solução. Identificamos no México um mercado com grande potencial para a gestão de frotas de grandes cargas operadas a longa distância. A expansão do serviço vai levar ao México mais segurança, maior controle de custos e prevenção de acidentes.", explica João Guilherme Freitas Franco, diretor de marketing e televendas da Michelin Connected Fleet.

A empresa explica que a captura de dados em tempo real permite uma visão integrada do processo com informações sobre todo o fluxo de entrega. Recentemente, o módulo logístico da Torre de Controle passou por uma atualização no Brasil que permite a extração de relatórios com a taxa de produtividade diária de cada veículo, contendo detalhes das situações ocorridas de forma mais eficiente.

"Planejar, gerenciar e acompanhar as atividades desde a definição das rotas até o rastreamento das entregas permite controlar a operação de forma integrada, melhorando a qualidade e a produtividade do processo logístico. Quando falamos em gestão envolvemos recursos humanos e materiais. A Torre de Controle elimina rotinas manuais e retrabalho, além de reduzir riscos, focando na prevenção", afirma Franco.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar