Ibovespa
124.759,90 pts
(-0,46%)
Dólar comercial
R$ 5,26
(1,38%)
Dólar turismo
R$ 5,48
(1,66%)
Euro
R$ 5,59
(1,38%)

Demanda global de carga aérea cresce após 19 Meses de queda, relata a IATA

Foi registrado um aumento de 1,5% em relação aos níveis de agosto de 2022
Por Redação em 9 de outubro de 2023 às 11h12
Demanda global de carga aérea cresce após 19 Meses de queda, relata a IATA
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

A Associação do Transporte Aéreo Internacional (IATA) divulgou os resultados do mercado global de transporte aéreo de carga de agosto de 2023, marcando o primeiro crescimento anual em 19 meses. A demanda global de carga aérea, medida em toneladas de carga por quilômetro (CTKs), registrou um aumento de 1,5% em relação aos níveis de agosto de 2022, sendo que a taxa de crescimento para operações internacionais foi de 1,2%.

Por outro lado, a capacidade disponível, medida em toneladas de carga disponíveis por quilômetro (ACTKs), aumentou consideravelmente, atingindo 12,2% em relação a agosto de 2022, com destaque para o aumento da capacidade de carga em voos de passageiros (30% em relação ao ano anterior), devido à crescente demanda por viagens de verão no Hemisfério Norte.

O desempenho da indústria de carga aérea global foi influenciado por vários fatores:

- Os índices PMI de manufatura e novos pedidos de exportação apresentaram pequenas melhorias em agosto, mas permaneceram abaixo do limite crítico de 50, indicando uma desaceleração contínua, embora mais lenta, na produção industrial e nas exportações globais.

- O comércio internacional global registrou uma queda de 3,2% em agosto em relação ao ano anterior, devido à desaceleração da demanda e condições macroeconômicas gerais.

- A inflação variou em agosto, com aumentos nos preços ao consumidor nos Estados Unidos e aumentos nos preços ao consumidor na China, enquanto na Europa e no Japão houve quedas nos preços.

"A demanda por carga aérea subiu 1,5% em relação a agosto de 2022. Este é o primeiro crescimento anual em 19 meses, então certamente esta é uma boa notícia. Mas tem como base um índice baixo de 2022 e os sinais do mercado são heterogêneos. Olhando para frente, mesmo com muitas incertezas, podemos manter o otimismo com os dados do PMI que estão se movendo em direção a um patamar positivo. Isto é particularmente significativo pois avançamos para a tradicional temporada de pico de fim de ano do transporte aéreo de carga", comenta Willie Walsh, diretor-geral da IATA.

Demanda global de carga aérea cresce após 19 Meses de queda, relata a IATA

Desempenho por região em agosto de 2023:

- Ásia-Pacífico: A demanda cresceu 4,9% em comparação com agosto de 2022, impulsionada pelo crescimento nas rotas comerciais Europa-Ásia e Médio Oriente-Ásia.

- América do Norte: Houve uma queda de 1,2% no volume de carga aérea, mas uma melhora em relação ao mês anterior.

- Europa: A demanda caiu 0,2% em comparação com agosto de 2022, mas houve um aumento devido ao desempenho da rota Europa-Ásia e Médio Oriente-Europa.

- Oriente Médio: A demanda cresceu 1,4% em agosto, com destaque para as rotas entre o Médio Oriente e a Ásia.

- América Latina: Apresentou o melhor desempenho, com um aumento de 6,2% nos volumes de carga.

- África: Teve o pior desempenho, com uma queda de 4,7% nos volumes de carga em relação a agosto de 2022.

Estes resultados refletem a dinâmica complexa do mercado global de transporte aéreo de carga e suas interações com a economia global.
 

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar