Ibovespa
124.171,15 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,24
(-0,50%)
Dólar turismo
R$ 5,45
(-0,56%)
Euro
R$ 5,60
(-0,02%)

Braskem registra 5.957 TEUs movimentados em um ano no Tecon Santa Clara

Companhia comemora os resultados do primeiro ano da operação no terminal administrado pela Wilson Sons
Por Redação em 27 de maio de 2020 às 10h01

A Braskem anuncia que completou um ano de operações de transporte de resinas termoplásticas no Tecon Santa Clara, no Polo Petroquímico de Triunfo (RS). Administrado pela Wilson Sons, o terminal apresentou nesse período a movimentação multimodal de 5.957 TEUs e 80% dos produtos transportados tiveram como destino os portos da Europa, América do Norte e América do Sul.

“A movimentação de barcaças de contêineres realizada pela Wilson Sons no Tecon Santa Clara representa a consolidação do uso de hidrovias no estado como transporte até o Porto do Rio Grande (RS). A perspectiva de crescimento dessa operação é um novo futuro para a logística do Rio Grande do Sul”, diz João Ruy Freire, do departamento de Relações Institucionais da Braskem no estado.

Braskem registra 5.957 TEUs movimentados em um ano no Tecon Santa Clara
Divulgação

O terminal atua com duas barcaças e quatro escalas semanais no Tecon Rio Grande. Os produtos – de importação, exportação e cabotagem – têm como principais origens ou destinos as cidades de Farroupilha, Carlos Barbosa, Garibaldi, Caxias do Sul, Veranópolis, Cruz Alta, Lajeado, Taquari e Serafina Corrêa. As cargas transportadas são, entre outras, resinas, madeira, borracha e frango congelado.

Para o diretor-presidente do Tecon Rio Grande e Tecon Santa Clara, Paulo Bertinetti, Santa Clara é um projeto que vem demonstrando sua eficiência, visto que o mercado identifica na navegação interior cada vez mais uma boa oportunidade. “Os resultados do primeiro ano de operações da Braskem são frutos dessa parceria e ratificam a importância da presença da multimodalidade no estado. É um diferencial competitivo a nossa infraestrutura e localização estratégica, que é capaz de movimentar de forma sustentável as cargas gaúchas com maior eficiência de custos logísticos e redução dos riscos de acidentes e avarias.”

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar