Ibovespa
129.110,38 pts
(-0,16%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(-0,30%)
Dólar turismo
R$ 5,64
(-0,30%)
Euro
R$ 5,92
(-0,27%)

VLI estabelece novo contrato com a Viena Siderúrgica

Rota tem como ponto de origem um entreposto localizado em Açailândia e é integralmente realizado por meio da malha ferroviária da Estrada de Ferro Carajás
Por Redação em 12 de maio de 2022 às 10h09 (atualizado em 13/05/2022 às 19h42)
VLI estabelece novo contrato com a Viena Siderúrgica

A VLI estabeleceu um novo contrato com a Viena Siderúrgica que prevê a movimentação de 720 mil toneladas de ferro-gusa com destino à exportação ao longo do biênio 2022/2023. A rota tem como ponto de origem um entreposto localizado em Açailândia (MA) e é integralmente realizado por meio da malha ferroviária da Estrada de Ferro Carajás (EFC). O ferro-gusa será transportado até o Terminal Portuário de São Luís (TPSL), por onde se dará o processo de embarque à exportação.

“Temos uma parceria de longa data com o cliente e a extensão deste compromisso evidencia a eficiência proporcionada pela integração de modais para conectar a produção nacional e o mercado internacional”, afirma o gerente comercial da VLI, André do Carmo.

A Viena é produtora de ferro-gusa, com capacidade para produzir 600 mil t por ano nas suas operações. Com presença no mercado externo, a matéria-prima produzida no Maranhão e em Minas Gerais é exportada principalmente para os Estados Unidos, além da Ásia e Europa.

Produto imediato da redução do minério de ferro, o ferro-gusa é utilizado na produção de aço. O modal ferroviário é aplicado, segundo as empresas, devido à operacionalidade. Isso porque, um vagão graneleiro, por exemplo, comporta, em média, mais de 70 t enquanto um caminhão bitrem carrega aproximadamente 36 t.  

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar