Ibovespa
118.685,10 pts
(-0,29%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(0,46%)
Dólar turismo
R$ 5,62
(0,68%)
Euro
R$ 5,80
(0,66%)

Transporte de cargas na FNS cresce 7% no primeiro semestre de 2022

Lucro líquido das operações da VLI no trecho teve aumento de 49%, alcançando R$ 278 milhões
Por Redação em 6 de setembro de 2022 às 13h30
Transporte de cargas na FNS cresce 7% no primeiro semestre de 2022

O tramo norte da Ferrovia Norte-Sul (FNS), controlado pela VLI, registrou aumento no volume de cargas transportadas no primeiro semestre de 2022. A companhia movimentou 6,6 milhões de toneladas, crescimento de 7% na comparação com o mesmo ciclo em 2021. 

No período, as operações da VLI na FNS geraram lucro líquido de R$ 278 milhões, ante R$ 186,1 milhões registrados no primeiro semestre do ano anterior, um aumento de 49%. Os números excluem as movimentações da companhia na Estrada de Ferro Carajás, na qual a VLI opera por direito de passagem para acesso ao sistema portuário do Maranhão. 

Soja, milho e celulose estão entre os principais produtos transportados. Os volumes são captados nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia e Mato Grosso e a carga é escoada para portos do sistema norte, a exemplo do Terminal Portuário de São Luís. Combustíveis, farelo de soja e biodiesel são ativos que completam o mix de fluxos movimentados pela FNS que abastecem o mercado mundial. 

Apenas no último ano, a VLI investiu mais de R$ 900 milhões na FNS, possibilitando a manutenção da malha ferroviária e do material rodante, a fim de garantir a eficiência para o transporte de carga dos clientes instalados na região.  

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar