Ibovespa
119.662,38 pts
(0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,38
(0,28%)
Dólar turismo
R$ 5,58
(0,03%)
Euro
R$ 5,76
(-0,05%)

Minfra divulga obtenção de R$ 10,470 bilhões em investimentos privados em TUPs

Estruturas estão localizadas em quatro estados brasileiros, chegando a 138 o número de contratos firmados
Por Redação em 19 de julho de 2022 às 11h19

O ministério da Infraestrutura (Minfra) informa que o governo Federal garantiu R$ 10,470 bilhões em investimentos privados em seis terminais de uso privado (TUPs) de quatro estados brasileiros. Com a assinatura do ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e das empresas autorizadas realiza no final do mês de junho, chega a 138 o número de contratos de TUP firmados pela pasta desde 2019.

As empresas que assinaram contrato com Ministério da Infraestrutura são Louis Dreyfus Company Brasil, Terminal Portuário Logístico (TPL), Empresa Brasileira de Terminais e Armazéns Gerais (EBT), Atem's Distribuidora de Petróleo, Lajes Logística e Porto Guará Infraestrutura.

Os terminais ficarão localizados nos portos de Ponta de Pedras (PA), Santos (SP), Santarém (PA), Manaus e Paranaguá (PR).

A maioria dos acordos é para a construção de novos terminais, em áreas conhecidas como greenfields. Os empreendimentos chegam para ampliar a oferta de serviços e a capacidade de armazenamento de granéis sólidos líquidos e gasosos, cargas gerais e conteinerizadas, agregando mais competitividade ao comércio brasileiro no mercado internacional. Além disso, garante o Minfra, serão novas alternativas para as cadeias logísticas, ampliando a competitividade, a concorrência e, potencialmente, a redução de custos operacionais.

O ministro Marcelo Sampaio, afirma que os terminais de uso privado têm boas práticas e exemplos de gestão que devem ser seguidos. “Os R$ 10 bi vão tornar os portos mais modernos e produtivos, e quem ganha com isso é a cadeia logística, com mais competição e eficiência nas operações portuárias.”

Já o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Mário Povia, pontua dizendo que os portos deixaram de ser gargalos e viraram parte da solução de problemas do Brasil. “Estamos entregando para o setor portuário uma logística eficiente, graças à legislação moderna que temos hoje e à confiança da iniciativa privada.”

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar