Ibovespa
122.636,96 pts
(1,07%)
Dólar comercial
R$ 5,39
(-0,92%)
Dólar turismo
R$ 5,60
(-1,09%)
Euro
R$ 5,79
(-0,51%)

ABCR divulga índice do fluxo pedagiado de veículos nas estradas

Número, referente ao mês de março, apresentou alta de 2,1% no comparativo com fevereiro
Por Redação em 21 de abril de 2022 às 10h23

A Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) divulga que o índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas, produzido juntamente com a Tendências Consultoria Integrada, referente a março de 2022 apresentou alta de 2,1% no comparativo com fevereiro, considerando os dados dessazonalizados.  

Mantida a comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos pesados cresceu 0,5%. Comparado ao mesmo período de 2021, o índice total aumentou 22,2%, impulsionado, em grande medida, pela alta de 2,2% de pesados.  

Nos últimos doze meses, o índice total acumula avanço de 11,9%, fruto do aumento de 6,1% de veículos pesados.

O fluxo de veículos pesados apresentou recuperação nos últimos dois meses, sinalizando, porém, menor dinamismo ao longo das últimas pesquisas. “Tal desempenho está associado à conjuntura adversa do setor industrial, tanto do ponto de vista da produção –  com aumento de custos dos insumos e logísticos –, como da demanda, considerando que parte das famílias de maior classe de renda têm direcionado maior parte dos seus recursos para serviços – bares e restaurantes, antes operando parcialmente –, enquanto as famílias de menor rendimento foram desproporcionalmente afetadas pelas pressões inflacionárias”, diz  o analista de Macroeconomia e Política da Tendências Consultoria, Thiago Xavier.

 

Regiões

No Rio de Janeiro, o fluxo total apresentou alta de 4,1% comparado a fevereiro, em termos dessazonalizados. O fluxo de veículos pesados se manteve estável.

 Na comparação com março de 2021, o índice total registrou alta de 15,6%. O fluxo de pesados ampliou 4,9%, mantida a métrica de comparação interanual.  

Nos últimos doze meses, o índice total acumula crescimento de 13%, fruto da alta de 8,1% dos veículos pesados.  

No acumulado do ano, o índice total apresenta variação de 5,6%. O fluxo pedagiado de veículos pesados acumula alta de 4,3%.

Já em São Paulo, o fluxo pedagiado total de veículos teve alta de 1,5% frente a fevereiro, em termos dessazonalizados. O segmento pesado cresceu 1,7%.

 Em relação ao mesmo período de 2021, o índice total aumentou 24,9%. O fluxo pedagiado de veículos pesados aumentou 1,8%.

Nos últimos doze meses, o índice total acumula alta de 12,5%, fruto do aumento de 5,3% de pesados

No acumulado do ano, o índice total apresenta alta de 8,5%. O fluxo pedagiado de veículos pesados apresentou alta de 0,6%.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar