Ibovespa
119.662,38 pts
(0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,38
(0,28%)
Dólar turismo
R$ 5,58
(0,03%)
Euro
R$ 5,76
(-0,05%)

Gestran desenvolve modelo de análise automatizada dos veículos

Meta com a tecnologia é manter o funcionamento em perfeito estado da frota
Por Redação em 4 de maio de 2022 às 10h13 (atualizado em 06/05/2022 às 20h52)

A Gestran desenvolveu um modelo a fim de realizar uma análise automatizada dos veículos, que dentro da plataforma ocorre no módulo chamado Gestão de Frotas. A meta com a tecnologia é manter o funcionamento em perfeito estado da frota. Além disso, pode ajudar a dar agilidade ao trabalho diário que precisa ser exato e evita erros.

Segundo a empresa, o checklist diário garante veículos em melhor estado, reduz o número de caminhões parados por manutenção e os gastos com manutenções fora de hora. “A partir de um aplicativo, é possível fazer todo o checklist, checando os itens descritos e muitos outros. Sem precisar ficar usando complicadas planilhas e minimizando os esforços manuais”, explica o CEO da Gestran, Paulo Raymundi.

Ainda de acordo com o executivo, qualquer detalhe pode ser primordial para a empresa, motorista e cliente, caso o caminhão apresente problemas no trecho, passando, inclusive, pela checagem dos motoristas que estão dirigindo o veículo.  

Alguns itens, destaca a companhia, merecem ser revistos com mais atenção para evitar prejuízos. Em um caminhão, por exemplo, se torna fundamental cuidar do cavalo, a força motriz do conjunto, pois é onde as falhas podem ser mais observadas, sejam elas elétricas ou mecânicas.

“É importante checar a parte elétrica, como lanternas, se todas estão funcionando e se os modos alto e baixo estão ok. Também, a luz de ré, se está funcionando e se o freio está em perfeito funcionamento”, lista o CEO.  

Entram no checklist também os alertas de painel, a validade da bateria, os retrovisores em bom estado, a validade e o nível do óleo do motor, o nível da água e o fluído do radiador, o óleo de freio, a sondagem sobre vazamentos de óleo e água, o freio de emergência em perfeito funcionamento, o estado das mangueiras, os filtros e as condições dos para-brisas.

“O estado dos pneus também é item valioso do checklist. Pneus sujos aumentam o consumo de combustível e o desgaste mecânico do caminhão, assim como rodar com a cambagem e pressão desreguladas diminui o tempo de vida útil dos pneus”, pontua Raymundi.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar