Ibovespa
119.936,02 pts
(-1,40%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(0,86%)
Dólar turismo
R$ 5,59
(0,38%)
Euro
R$ 5,84
(1,48%)

De Pederneiras a Santos

Por Redação em 2 de abril de 2004 às 16h49 (atualizado em 02/05/2011 às 17h05)

A MRS iniciou em março o transporte de soja da cidade de Pederneiras (SP), até o Porto de Santos. O fluxo é desenvolvido em parceria com a Brasil Ferrovias e é esperada uma movimentação de 20 mil toneladas mensais.

Quanto a soja produzida no Centro-Sul do país, o desenvolvimento do novo transporte contribui para diminuir o gargalo existente no escoamento da soja nessa região. Para Marcelo Saraiva, gerente de agricultura da concessionária, o projeto coloca definitivamente a MRS na posição de player do negócio de commodities agrícolas.

Saraiva explica que a logística do transporte começa na cidade goiana de São Simão, de onde a soja parte, em barcaças, até Pederneiras, do terminal da Coinbra. Daí, os trens da MRS utilizam parte da malha ferroviária da Brasil Ferrovias para serem carregados e levam a carga até Santos.

O gerente de agricultura conta que o desenvolvimento dos trabalhos começou há um ano e os testes realizados (quatro no total) levaram ao fechamento do negócio com a Coinbra.
Ele destaca ainda que o projeto abre as portas de um mercado com o qual a MRS Logística trabalha pela primeira vez e que o ramo de transporte de grãos está crescendo: "Outras cargas virão", revela. Atualmente, a MRS transporta cargas como trigo, açúcar e sal, além de fluxos de insumos agrícolas, como fertilizantes.

www.mrs.com.br

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar