Canal Tecnologística
Qual o papel da logística e como as empresas e os operadores logísticos estão se preparando para o pós-pandemia
Dentro da série “Tecnologistica apresenta” a Tecnologística apresentou o webinar “Qual o papel da logística e como as empresas e os operadores logísticos estão se preparando para o pós-pandemia" O evento contou com a moderação do Economista e Professor Paulo Roberto Guedes e participação de Jhonny Ivanyi - Responsável pela estrutura global de distribuição da divisão Bayer Crop Science nos Estados Unidos, André Alarcon de Almeida Prado - CEO do Grupo BBM e Mauro Friedrich Arezzo - Diretor de Logística da Arezzo
Outros vídeos
A cadeia logística frigorificada é de extrema importância para a economia de uma forma geral e para os produtos específicos com os quais trabalha em particular, posto que é imprescindível manter suas temperaturas em absoluto controle. Esses produtos exigem que se mantenham altos níveis de qualidade e condições que permitam excelência na segurança alimentar.No entanto alguns entraves ainda comprometem o bom andamento desses serviços. Neste Webinar vamos discutir: As vantagens da terceirização e a disponibilidade de estruturas frigorificadas nas regiões do país; A ampliação do uso da terceirização em substituição aos armazéns próprios; A influência do Ministério da Agricultura na parte regulatória; A obtenção de cobertura de seguros, tanto para as instalações como para os produtos; Moderador: Paulo Roberto Guedes Economista pela Univ. Brás Cubas e mestre em administração de empresas (EAESP da FGV); Professor de logística em cursos de pós-graduação em diversas instituições de ensino Palestrantes: Fabio Galesi Starace Fonseca Administrador de Empresas pela UNIP, MBA em Supply Chain Management em Logística pela FGV. Diretor Presidente na Friozem Logística, é membro de diversas associações Francisco Moura Engenheiro de Produção e Mestre em Gestão de Operações e Logística pela Escola Politécnica da USP. CEO na SuperFrio, Dir Pres da ABIAF e Membro da IARW. Luciano Alves Engenheiro, com pós-graduação e MBA no IESE Business School. 25 anos de experiência nas áreas de produção e logística em empresas de segmentos diversos e atualmente na Marfrig , na qual é responsável pelas áreas de Transporte Nacional e Internacional com gestão sobre as Exportações e Importações de produtos e pela distribuição direta em 6 CDs. Patrick Pimentel Merichello 8 anos de exp em armaz frigorificada, atuou no mercado financeiro e hoje controla as empresas GCP holding empresarial do segmento agro e imobiliário, além da Friovale Logística e membro do conselho da Abiaf
O nível de descarte de aparelhos eletroeletrônicos tem tido um crescimento exponencial ao longo do final do século XX e em nossos dias do século XXI. A quantidade mundial de aparelhos eletrônicos gerados pela sociedade, denominada “lixo eletrônico” soma cerca de 50 milhões de toneladas por ano. Muito pouco desse total é reciclada, tanto mundialmente como no Brasil, cuja quantidade é estimada em mais de 1 milhão de tonelada por ano. O encaminhamento para a mitigação de seus efeitos no Brasil é o objetivo da Lei denominada Política Nacional de Resíduos Sólidos, editada no ano de 2010, e em particular pela assinatura do Acordo Setorial dos Eletroeletrônicos em 31/10/2019. O interesse deste tema é, portanto, muito grande, afetando diretamente um setor de grande relevância econômica, que inclui o setor de informática com crescimento acentuado no mundo todo. Convidamos autoridades nesse setor para nos apresentar um pouco desse panorama, que permitirão ao público entender os projetos e as condições atuais do tratamento deste problema. Desta forma, teremos a participação da GreenEletron, gestora do sistema de Logística Reversa de eletroeletrônicos no Brasil na pessoa de seu Gerente Executivo, o Sr. Ademir Brescansin, o CEO da Indústria Fox – Economia Circular, Sr. Marcelo Souza e o Diretor Sócio da empresa GM&C Logística, Sr. Marcelo Oliveira. Serão abordadas as seguintes questões, entre outras. ABINEE: Metas atuais e futuras; Adesão empresarial; Reintegração de reciclados; Dificuldades de gestão a nível nacional. MANUFATURA REVERSA E RECICLAGEM: Tecnologia e custos; Mercado de reciclados; Eventuais preconceitos no mercado de reciclados; Reintegração de reciclados. GERAL: Visão de ações de economia circular na área de eletroeletrônicos, no Brasil tais como: ecodesign; lideranças empresariais; novas formas de produção; legislações facilitadoras; tecnologia de ponta no reaproveitamento, etc