Terça-feira, 17 de abril de 2012 - 11h25
Caminhões extrapesados TGX, da MAN Latin America
Linha é composta pelos cavalos-mecânicos TGX 28.440 6x2, 29.440 6x4 e 33.440 6x4 e são destinados a aplicações rodoviárias

A MAN Latin America apresentou ao mercado brasileiro ontem, dia 16 de abril, após três anos e meio de projeto, R$ 100 milhões investidos e 6 milhões de quilômetros rodados em testes, os extrapesados MAN “Made in Brazil”. Os cavalos-mecânicos 28.440 6x2, 29.440 6x4 e 33.440 6x4, todos da linha TGX, são destinados a aplicações rodoviárias e tiveram sua configuração otimizada para atender às necessidades específicas de transporte em países emergentes. As novidades são produzidas na fábrica da montadora em Resende (RJ) e fazem com que a MAN passe a oferecer uma gama de modelos que varia de 5,5 a 74 toneladas de peso bruto total combinado.

O design dos caminhões MAN TGX traz linhas firmes com parte frontal da cabine dominada por um desenho em V. A meta é passar uma imagem imponente graças a detalhes externos como o acabamento brilhante da grade do radiador, os defletores de ar, os cromados e os faróis.

Ao todo, foram 230 modificações, implementadas exclusivamente em função das características do transporte em países emergentes, após inúmeras simulações em computador e testes de campo, para garantir máxima performance ao veículo sem perder as características dos modelos concebidos na Alemanha. As principais otimizações estão no trem de força — composto por motor, sistema de arrefecimento, caixa de marchas, embreagem e eixo —, na suspensão e no chassi.

Além do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Panamá, Peru, República Dominicana e Uruguai são os mercados que receberão os novos caminhões MAN produzidos em solo brasileiro.

Modelos

O TGX 28.440 6x2 é destinado a operações rodoviárias de médias e longas distâncias e para o transporte de cargas de médias e altas densidades. O primeiro cavalo mecânico MAN TGX 6x2 oferecido no Brasil possui capacidade máxima de tração de 70 t, podendo operar com semirreboques de três eixos convencional, com um eixo espaçado mais conhecido como “Argentina” ou com três eixos espaçados tipo “Vanderleia”.

O TGX 29.440 6x4 também é aplicado no transporte rodoviário de médias e longas distâncias, mas é indicado para o transporte de cargas de médias e altas densidades com PBTC de 57 a 74 t. Equipado com eixos traseiros sem redução nos cubos da roda e com capacidade máxima de tração de 80 t, o caminhão é direcionado, ainda, para as aplicações que utilizam Combinação Veicular de Carga – CVC – como composições tipo bitrem, bitrenzão, rodotrem e tritrem.

Já o TGX 33.440 6x4 foi desenvolvido para o transporte de cargas de médias e altas densidades com PBTC de 57 a 74 t em condições mais severas de operação. O caminhão é dotado de eixos traseiros com redução nos cubos e capacidade máxima de tração de 100 t. Ideal para ser utilizado com Combinação Veicular de Carga – CVC, tipo bitrem, bitrenzão, rodotrem ou tritem.

Características

As cabines que equipam os caminhões MAN da série TGX possuem fácil acesso ao motorista por meio de amplos degraus iluminados e um ângulo de abertura das portas de 90º. Para facilitar o processo de basculamento e reduzir o esforço do condutor, um acionamento elétrico da cabine está disponível como item de série. Além disso, quatro bolsões pneumáticos compõem o sistema de suspensão da cabine sobre o chassis do caminhão. Os veículos já saem configurados de fábrica com esse sistema para assegurar menos ruído e vibrações no interior da cabine.

Para torná-las ainda mais amplas, o túnel do motor localizado próximo ao motorista possui altura de apenas 12 centímetros, o que facilita a movimentação do motorista no interior da cabine e o alcance dos compartimentos internos disponíveis para documentos e pertences pessoais. Um compartimento multifuncional localizado acima do leito oferece mais espaço para o armazenamento de objetos e também poderá ser utilizado como uma segunda cama. Além de ser um equipamento dobrável, não ocupa espaço na cabine.

O banco do motorista está equipado com suspensão pneumática, diversas opções de ajuste e cinto de segurança incorporado ao assento, preparado para qualquer perfil de motorista. Destaque para os botões disponíveis no próprio volante que dão acesso aos comandos do computador de bordo, desempenho do veículo e do rádio por meio de um simples toque durante a condução. A altura e inclinação do volante também podem ser ajustados por meio de acionamento pneumático. Os caminhões MAN TGX já vêm equipados com espelhos retrovisores com aquecimento e ajuste elétrico no painel.

Uma cama está disponível para as horas de descanso dos motoristas. Os compartimentos externos para grandes volumes que equipam a cabine do caminhão MAN TGX também poderão ser acessados pelo interior da cabine abaixo da cama.

Os modelos são equipados com motor eletrônico MAN D26 de 12 litros e seis cilindros com 440 cavalos de potência. Dotado de tecnologia SCR (Redução Catalítica Seletiva) de pós-tratamento dos gases de escape, utiliza uma solução aquosa a base de uréia (ARLA 32), para atender à nova norma de emissão do Proconve P-7 (equivalente ao Euro 5).

Os motores contam com o sistema de injeção Common Rail e a potência máxima é obtida a 1.500 rpm. Além disso, o torque de 2.200 Nm em uma ampla faixa de rotações proporciona a manutenção da velocidade cruzeiro do caminhão em rampa, menores quantidades de troca de marcha e, por consequência, garante um menor consumo de combustível.

Uma novidade nos caminhões MAN TGX é o sistema auxiliar de freios EVBec. Com grande potência de frenagem, de 400 cv, o sistema auxilia as operações de descidas com maior segurança, reduzindo a necessidade de utilização dos freios de serviço e minimizando o seu desgaste. O novo sistema garante uma maior segurança ao condutor durante a operação com o veículo carregado.

Todos os modelos de caminhão da série brasileira são equipados com transmissão automatizada MAN TipMatic. Além de proporcionar mais conforto e segurança ao motorista durante a condução, o uso da transmissão automatizada em uma frota de caminhões poderá proporcionar uma padronização no consumo de combustível dos veículos.

Fabricada pela ZF em parceria com a MAN, a caixa de mudanças TipMatic possui 16 marchas e grande capacidade de torque de entrada, garantindo maior durabilidade ao equipamento. As relações das marchas foram cuidadosamente desenvolvidas para garantir um bom escalonamento e obter excelente performance do veículo com grande economia de combustível, além de conforto total ao motorista.

Para atender as necessidades dos clientes, os caminhões MAN TGX também estarão disponíveis com transmissão manual de 16 marchas, como mais uma opção de configuração do produto.

Montagem

Os caminhões MAN já estão sendo produzidos em série na fábrica de Resende (RJ) desde janeiro de 2012, numa área de dez mil metros quadrados projetada exclusivamente para produzir até 5 mil cavalos mecânicos TGX ao ano. Vale lembrar que a produção ganhou um impulso, graças à abertura do segundo turno de produção. Ainda este ano, dez unidades entre os modelos MAN TGX 28.440 6x2, 29.440 6x4 e 33.440 6x4 serão montados diariamente, ao lado da manufatura dos caminhões e ônibus da marca Volkswagen. Ao todo, a linha de produção MAN em Resende possui sete postos de montagem.