Quarta-feira, 22 de maio de 2013 - 15h31
TCP adota recente versão de simulador de operações
A novidade está em sensor que, acoplado a um boné, reflete sinais vindos do simulador dando a sensação de movimento real

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) adotou a mais recente versão do simulador WSS/INCATEP, utilizado para capacitar e certificar as competências dos operadores de equipamentos e guindastes. O grande diferencial tecnológico desta nova versão do software é o sistema track, um sensor acoplado a um boné que reflete sinais vindos do simulador, permitindo ao operador visualizar e ter a sensação do movimento real do equipamento.

Essa nova solução para o treinamento de operações possibilita ajustar os parâmetros de alcance, velocidade e distância, oferecendo assim um simulador ajustado às medidas dos guindastes reais. Após cada exercício é gerado um relatório com a descrição de parâmetros de operação como oscilação de velocidade, mudança brusca de direção, utilização dos joysticks e falhas.

Segundo o diretor Superintendente do TCP, Juarez Moraes, a qualificação dos profissionais e a segurança nas operações fazem parte da estratégia de modernização da empresa. Com esse tipo de tecnologia, completa Moraes, o profissional é treinado em ambientes que reproduzem cenários reais como possíveis acidentes, problemas gerados por condições climáticas e até defeitos de equipamentos, tornando-o, dessa forma, apto para controlar qualquer incidente ou situação de risco.