Sexta-feira, 25 de abril de 2014 - 14h43
Fábrica de empilhadeiras da Toyota recebe aporte de R$ 73 milhões
Investimento tem como objetivo expandir a capacidade produtiva da planta brasileira

A Toyota Empilhadeiras anunciou, nesta terça-feira, dia 22 de abril, que sua fábrica brasileira, localizada no município de Artur Nogueira (SP), recebeu um investimento de R$ 73 milhões da Toyota Industries Corporation, matriz da empresa localizada no Japão.

O aporte destina-se à inclusão de novos processos visando o aumento da capacidade produtiva da planta, além do desenvolvimento da cadeia de fornecimento. Atualmente, a fábrica da Toyota pode produzir até 5 mil empilhadeiras por ano. Porém, de acordo com a empresa, essa capacidade ainda não está sendo totalmente utilizada. O investimento será direcionado a processos que irão ajudar a empresa a atingir esse número.

Para isso, estão sendo desenvolvidas novas linhas de produção. A novidade deve ainda gerar novas oportunidades de trabalho na fábrica, expandindo o quadro de colaboradores e contribuindo com o crescimento da região. A Toyota ainda não divulga uma previsão, porém, do número de vagas que serão abertas.

Além disso, a empresa adianta, sem revelar mais detalhes, que estão previstos investimentos adicionais visando ampliar o portfólio de produtos oferecido no Brasil. Atualmente, a Toyota fabrica no país empilhadeiras a combustão da Série 8, com capacidades de 1,8, 2,5 e 3 toneladas.

“Acreditamos muito no Brasil. Traçamos uma estratégia de crescimento no mercado buscando conquistar a liderança. Pretendemos fortalecer ainda mais nossa marca no mercado brasileiro produzindo equipamentos com o mesmo padrão de qualidade das demais plantas da Toyota no mundo e com as condições especiais do Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos)”, salienta Hiroyuki Ogata, presidente da Toyota Material Handling Mercosur.

Inaugurada em outubro de 2013, a fábrica de empilhadeiras da Toyota em Artur Nogueira possui uma área construída de aproximadamente 31 mil m² em um terreno de cerca de 93 mil m². Atualmente, a planta, que demandou um investimento total de R$ 101 milhões, conta com 107 colaboradores.