Segunda-feira, 16 de junho de 2014 - 14h15
Aliança investe em ativos rodoviários em Manaus
Armador conta, agora, com 15 cavalos-mecânicos e 120 implementos próprios

A Aliança Navegação e Logística anunciou, no início deste mês de junho, que ampliou sua frota própria de transporte rodoviário na região de Manaus. Agora, a companhia atua com 15 cavalos-mecânicos e 120 implementos para atendimento local, aumento de 50% na oferta de ativos.

Denominada de Transportadora Aliança, a unidade da empresa encerrou o mês de abril com mais de 1.600 movimentações, média diária de 80 viagens. Segundo o gerente da Aliança em Manaus, Leonardo Silva, a transportadora é responsável por 33% das operações rodoviárias gerenciadas pela empresa na cidade amazonense. O restante está sob a responsabilidade de empresas terceirizadas, contratadas pelo armador para completar a operação.

O executivo explica que o crescimento está diretamente relacionado ao aumento do volume da cabotagem da Aliança. “O modal vem incrementando sua atuação anualmente na matriz de transporte nacional e queremos agregar ainda mais valor às operações transportando com qualidade e agilidade os contêineres das fábricas para o porto e do porto para os clientes”, diz.

Desde 2002, a Aliança decidiu investir em uma frota própria de cavalos-mecânicos e carretas, ativos voltados ao atendimento do mercado varejista e ao Polo Industrial de Manaus (PIM). O foco da empresa é realizar os transportes de entrega e coleta de produtos de diversos segmentos, entre eles alimentício, de higiene e limpeza, material de construção, eletroeletrônico, resinas e duas rodas, este último responsável por cerca de 45% de tudo o que foi movimentado pelo modal rodoviário.