Segunda-feira, 30 de novembro de 2015 - 14h23
DHL Express anuncia novos CEOs das Américas e dos EUA
Mike Parra nomeado novo CEO regional e Greg Hewitt prestes a se tornar o diretor da Express U.S.

A DHL anunciou recentemente que Mike Parra sucederá Stephen Fenwick como CEO da DHL Express Américas. Fenwick aposenta-se após uma carreira de três décadas na DHL. Com a promoção de Parra, Greg Hewitt torna-se o novo CEO de operações da Express US (Estados Unidos).

Parra iniciou sua carreira na DHL Express em 1997 como gerente do centro de serviços no sul da Flórida, rapidamente galgando várias funções de gerenciamento sênior, até 2009, ao ser nomeado Gerente Geral e Vice-Presidente Sênior, quando conquistou o comando de todas as operações e atividades de vendas no oeste dos Estados Unidos e em Guam. Em 2011, assumiu as operações de rede das Américas. Ao ser nomeado como CEO regional, Parra será responsável pela gestão das atividades de negócios da DHL Express em 50 países e territórios em todas as Américas, incluindo EUA, Canadá, México, América Central, Caribe e América do Sul. Antes da DHL, trabalhou por 10 anos na TNT Express Worldwide, atuando em cargos como gerente de operações regionais, gerente de gateway e gerente geral da América Latina e do Caribe. É formado em Administração em Miami Dade College.

Em seu novo papel como CEO da Express U.S., Hewitt comandará o Conselho de Administração da Express U.S. e fará parte do Conselho de Administração da Express Americas. Antes de ingressar, em novembro passado, na DHL Express U.S. como Gerente Geral de Área da região nordeste dos EUA, atuou como Presidente da DHL Express Canada de 2011 a 2014. Hewitt, cuja carreira na DHL teve início em 2003, no Canadá, ocupou vários cargos de vice-presidência em vendas comerciais, realizando também missões internacionais na Europa e nos EUA. É formado em Comércio, Marketing e Relações Industriais pela Queen’s University.

A aposentadoria de Fenwick será efetivada no dia 31 de dezembro; Parra e Hewitt assumem seus novos cargos em 4 de janeiro de 2016.