Terça-feira, 3 de maio de 2016 - 10h28
TCP Log recebe carga de projeto de 120 toneladas
Terminal recebeu secadores industriais de grãos que chegaram ao país a bordo de um navio porta-contêineres

A TCP Log, subsidiária logística da TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR), recebeu, no fim de abril, dois secadores agroindustriais que, juntos, somam 120 toneladas. As peças foram importadas de Xangai, na China, para a Região Sul do Brasil.

Elas foram trazidas para o país em camas de flat rack, destinadas cargas com dimensões excedentes, e chegaram em Paranaguá a bordo do supercargueiro MSC Julie. “Esse modelo de navio não conta com guindastes próprios, exigindo que o terminal que irá recebê-lo tenha capacidade técnica e operacional para realizar a descarga das peças”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor-superintendente Comercial do TCP.

O terminal utilizou simultaneamente dois guindastes móveis do tipo MHC (mobile harbour crane), com capacidade para até 100 toneladas cada. A operação durou ao todo 40 minutos, com o apoio de cinco colaboradores da TCP Log, além de trabalhadores ligados ao Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalhador Portuário (Ogmo).

“As cargas de projeto, geralmente, são peças grandes e pesadas, que exigem um estudo detalhado para a operação de traslado do navio para o costado. Qualquer movimentação não estudada pode causar quedas e avarias no produto, causando grandes prejuízos para o importador”, enfatiza Moraes e Silva. Para a descarga dos dois secadores industriais, a TCP Log realizou ensaios prévios, que garantiram o sucesso da operação.