Sexta-feira, 5 de maio de 2017 - 16h44
Exportações de veículos crescem 64% no primeiro quadrimestre
Informações da Anfavea mostram crescimento também nas vendas de caminhões

De acordo com dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), as exportações realizadas pelo segmento de janeiro a abril deste ano somaram 232,2 mil unidades, número que representou um crescimento de 64,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando o Brasil exportou 141,4 mil veículos.

Considerando somente o mês de abril, a alta foi de 48,1%, com 58,8 mil unidades vendidas a outros países no quarto mês de 2017 contra as 39,7 mil de abril de 2016. Na comparação com mês anterior, porém, houve redução de 14,2%, pois em março de 2017 foram exportados 68,5 mil veículos. “A cada três veículos produzidos, dois vão para o mercado interno e um para exportação”, analisa Antonio Megale, presidente da Anfavea.

Os dados da associação mostram queda de 2,4% nas vendas de veículos automotores no primeiro quadrimestre deste ano, com 628,9 mil unidades, contra as 644,2 mil do ano passado. Somente em abril 156,9 mil unidades foram comercializadas, o que significa uma retração de 17,1% frente às 189,1 mil de março e de 3,7% contra as 162,9 mil no mesmo mês de 2016.

“Abril teve menos dias úteis e ainda houve a paralisação de diversas atividades no último dia do mês, que impactou bastante no resultado. Por outro lado, registramos um aumento da média diária de vendas na ordem de 6% sobre março e 7% ante abril do ano passado, fato que consideramos bastante positivo. Pouco a pouco vamos retomar a confiança e, consequentemente, encontraremos o caminho do crescimento”, diz Megale.

O licenciamento de caminhões encerrou abril com 3,5 mil unidades, redução de 15,5% na comparação com as 4,1 mil de março e de 17,4% diante das 4,2 mil de abril do ano passado. O primeiro quadrimestre de 2017 registrou 13,1 mil unidades comercializadas, queda de 24,1% na comparação com as 17,3 mil de 2016.

A produção, por sua vez, ficou estável em abril diante de março, ambos os meses com 5,9 mil unidades. Já sobre os 5,2 mil caminhões de abril de 2016, o resultado foi 13,5% maior. No acumulado deste ano a indústria produziu 21,6 mil caminhões, expansão de 6,5% no comparativo com as 20,3 mil unidades do ano anterior.

As exportações dos caminhões brasileiros registraram expansão de 43,3% ao se comparar as 8,3 mil unidades deste ano com as 5,8 mil do ano passado no acumulado do quadrimestre. Na análise mensal, as 2,5 mil unidades negociadas com outros países em abril apontam um recuo de 7,1% frente a março, com 2,6 mil unidades, e de crescimento de 45% ante as 1,7 mil de abril de 2016.