Segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018 - 9h51
Hamburg Süd reestrutura serviços entre Ásia e Américas
Quatro novas linhas contarão com a implantação de um total de 39 navios com uma capacidade de carga de 4.500 a 10 mil TEUs

A Hamburg Süd lançará, no mês de abril, uma rede de serviços entre a Ásia e a Costa Oeste da América do Sul, o México, a América Central e o Caribe. A novidade, sob os serviços já existentes e nomeados ASPA e ASCA, chega para substituir a parceria atual com outras empresas de transporte marítimo – Acordo de Compartilhamento de Embarcações – nessa rota de comércio.

Os clientes terão à disposição conexões diretas adicionais, mais frequências, mais flexibilidade e transit time mais curtos. O Acordo de Compartilhamento de Embarcações existente entre a Ásia e a Costa Leste da América do Sul não será afetado pelas mudanças e permanecerá válido até o final de 2018.

As quatro novas linhas de serviço ASPA e ASCA contarão com a implantação de um total de 39 navios com uma capacidade de carga de 4.500 a 10 mil TEUs. Elas atenderão quase 30 portos, com inúmeras viagens semanais nos referidos mercados. Na Ásia, os portos mais importantes da China, Coreia do Sul, Taiwan, Japão e Cingapura serão beneficiados com os serviços. Na América Latina, a cobertura vai desde México, Panamá, Colômbia e Peru até o Chile. Destaques para clientes de frigoríficos serão duas viagens semanais do Chile para a Ásia, bem como um serviço direto do Chile e do Peru para o Japão. Um dos quatro novos serviços usa acordos de transbordo para vincular 24 portos da região do Caribe com a Ásia e vice-versa. Além disso, há uma conexão com a rede da Costa Leste da Hamburg Süd pelo Porto do Pecém (CE).

A reestruturação dos serviços do Pacífico para a Costa Oeste das Américas do Sul e Central, bem como para o Caribe, não aumentará a capacidade de espaço. No entanto, graças à colaboração operacional com a Maersk como único parceiro, a Hamburg Süd será capaz de responder de forma mais flexível e rápida às mudanças do mercado no futuro, bem como gerenciar melhor as demandas em períodos de pico do que no antigo Acordo de Compartilhamento de Embarcações.

“Nossa nova rede nesse setor de comércio ocupará uma posição excepcional no mercado, graças aos tempos de trânsito bastante competitivos e à excelente conectividade oferecida. Nossos clientes estão recebendo a alta qualidade de serviço que esperam da Hamburg Süd, em conjunto com uma rede global e uma capacidade de oferta sem precedentes”, diz o Chief Commercial Officer da Hamburg Süd, Frank Smet. “Com os novos serviços e graças à independência desse produto – que não requer o envolvimento dos parceiros do Acordo de Compartilhamento – podemos oferecer flexibilidade e conexões diretas, rápidas e personalizadas que desenvolvemos em conjunto com nossos clientes”, finaliza.