Segunda-feira, 16 de julho de 2018 - 10h29
Terminal Multicargas do Açu recebe pás eólicas de 9 toneladas
Equipamentos importados da Dinamarca marcaram a primeira vez que o T-Mult operou com cargas desse tipo

O Terminal Multicargas do Porto do Açu (T-Mult), localizado em São João da Barra (RJ), recebeu, na última semana, um navio carregado de pás eólicas para a geração de energia. Foi a primeira vez que o terminal lidou com cargas desse tipo. As três pás, fabricadas Dinamarca, apresentam 40 metros de cumprimento e pesam 9 toneladas cada.

A embarcação BBC Gdansk, vinda do Porto de Cabedelo, na Paraíba, trouxe as pás até o T-Mult, de onde serão transportadas em carretas especiais até o Parque Eólico de Gargaú, em São Francisco de Itabapoana, também no norte fluminense.

Divulgação

“Essa operação inédita no T-Mult consolida o Porto do Açu como uma plataforma de desenvolvimento de soluções para os problemas de infraestrutura logística e de operação portuária no país”, destacou o diretor de Operações da Porto do Açu, Ideraldo Goulart.

“Esse é um marco para o porto e para o time que vem trabalhando para atrair novos projetos e novas cargas para o T-Mult. Com a importação dessas pás o terminal reforça sua consolidação no mercado internacional de cargas de projeto”, afirmou o especialista Comercial da Porto do Açu, Alan Silva.

Em operação desde o segundo semestre de 2016, o T-Mult já movimentou 1,15 milhão de toneladas em cargas e recebeu um total de 73 embarcações. O terminou já opera coque, bauxita, carvão siderúrgico, cargas de projeto e carga geral, e conta com autorização para operar qualquer tipo de granel sólido, além de potencial para trabalhar com contêineres e veículos.

Com 160 mil m² de área alfandegada, o T-Mult representa uma alternativa de escoamento para o Sudeste brasileiro. O terminal tem 14,5 metros de profundidade e está homologado para receber embarcações com calado de até 13,1 metros. Conta também com 500 metros de cais, sendo 340 metros operacionais, e capacidade anual de movimentação de granéis sólidos e carga geral de aproximadamente 4 milhões de toneladas.