Segunda-feira, 6 de maio de 2019 - 10h32
Total Express lança projeto Total Sem Papel
Iniciativa tem como meta reavaliar recursos utilizados e estimular um consumo mais consciente entre os colaboradores

A Total Express lançou, no último dia 22 de abril, o projeto Total Sem Papel. A iniciativa, com foco na sustentabilidade e no uso consciente dos recursos, reúne 58 ações, divididas entre todas as áreas da empresa, a fim de repensar e digitalizar processos, reavaliar recursos utilizados e estimular um consumo mais consciente entre os colaboradores. Entre as ações estão a eliminação do uso de copos plásticos descartáveis, redução das impressões e o plantio de 200 mudas de árvores no estacionamento da sede da companhia em Barueri (SP).

Segundo a própria Total, um dos objetivos neste início de projeto é a conscientização de todos os funcionários da transportadora. Gastando em média 510 mil copos plásticos por ano, a empresa resolveu entregar uma caneca de alumínio para cada colaborador, a fim de estimulá-los a substituir o uso do plástico. “Nossa expectativa é reduzir o consumo a zero até o fim do ano”, afirma o diretor geral da Total Express, Ariel Herszenhorn.

Outra ação que visa o engajamento da equipe foi realizada no dia 26 de abril. Na ocasião, toda a equipe da empresa foi convidada para participar de um plantio coletivo de 200 mudas de árvores no estacionamento.

Além disso, a companhia também investe em soluções de tecnologia para eliminar o consumo de materiais de suas operações. Recentemente, em um trabalho junto à Agile Process, implementou o protocolo de entrega 100% digital, que em breve terá sua implementação em 100% da abrangência. Em paralelo, está investindo na aplicação de uma etiqueta inteligente que permitirá a impressão de uma única etiqueta em todo o processo, evitando retrabalhos e consumo desnecessário de insumos pela cadeia.

Conscientização

Para ampliar as iniciativas do projeto, a Total Express realizou diversas atividades para estimular os colaboradores a repensarem suas ações de consumo na última semana, como um mutirão no qual cada profissional foi convidado a organizar seu espaço, dando descarte correto a papéis, móveis e outros itens que já não estavam mais em uso.

Foi realizado, ainda, um workshop e duas palestras que trouxeram informações sobre consumo consciente, economia circular, reciclagem e reuso de materiais. A empresa Revoada abordou a economia circular, apresentando seu trabalho de criação de moda sustentável a partir de pneus e guarda-chuvas descartados. A instituição desenvolve e comercializa bolsas, mochilas, carteiras e outras peças confeccionadas com esses itens. Alan Noda, da equipe de meio ambiente do Pátio Paulista, um dos shoppings mais sustentáveis de São Paulo, conversou com os funcionários sobre como transformar o lixo em renda e impacto positivo para o planeta.

A prefeitura de Barueri também contribuiu com as iniciativas, por meio de palestra do educador ambiental Geovane Bassan. O especialista conversou com os colaboradores sobre a coleta seletiva e qual a responsabilidade de cada pessoa com a sua própria geração de lixo. Já Gabriela Palma, do Grupo Multilixo, empresa responsável pela coleta na Total Express, falou sobre o ciclo do lixo e a importância dele para muitas cooperativas em todo o país. Completou a agenda de conscientização uma visita à cooperativa de reciclagem de Barueri.

Na opinião da líder do projeto Total Sem Papel, Tamires Lima, às vezes as atividades são realizadas no automático e não é pensado o impacto causado ao meio ambiente e para as futuras gerações. “Todas as ações da Total com esse projeto convergem para pararmos para pensar no que estamos fazendo e em como estamos fazendo. Queremos mostrar que com custos mínimos, que geram economia posteriormente, e boa vontade é possível, sim, promover uma transformação no planeta”, afirma.