Segunda-feira, 6 de maio de 2019 - 11h24
T-Mult recebe embarcação com turbina a gás para termelétrica
Equipamento irá compor a ilha de energia da usina da Gás Natural Açu

O Terminal Multicargas (T-Mult) do Complexo do Porto do Açu, localizado no município de São João da Barra, na região norte do estado do Rio de Janeiro, recebeu na última semana a embarcação BBC Amethyst, que trouxe a primeira turbina da Usina Termelétrica (UTE) do complexo portuário, principal equipamento que irá compor a ilha de energia do empreendimento em construção pela Gás Natural Açu (GNA).

A embarcação foi a primeira da rota entre o Porto da Antuérpia e o Porto do Açu. Além da turbina, o navio estava carregado também com outros equipamentos e peças para a termelétrica. Toda a operação de descarregamento foi realizada por colaboradores do T-Mult, que são treinados para atuar com diferentes cargas, como granéis sólidos, cargas de projetos e carga geral.

Divulgação
Divulgação

Segundo o CEO da Porto do Açu Operações, Tadeu Fraga, essa movimentação foi um importante marco, não somente pela relevante carga, mas também por ser a primeira embarcação a fazer a rota entre a Antuérpia e o Açu, portos parceiros desde 2017. “O Porto do Açu está localizado estrategicamente no Sudeste do Brasil, próximo aos principais campos de petróleo, e reúne componentes que são vantajosos em termos de movimentação de cargas, logística e indústria, e isso certamente é importante para o desenvolvimento de ambos os portos. Temos certeza que muitas operações ainda serão realizadas a partir dessa rota”, afirma.

Para a diretora Comercial da Porto do Açu Operações, Tessa Major, ambos os portos têm profundo conhecimento em movimentação de cargas de projeto e visam o crescimento sustentável. “Além disso, os diferenciais competitivos do Açu, que foi desenvolvido no conceito porto-indústria, foram decisivos para o sucesso desta operação”, destaca.

A turbina, fabricada pela Siemens, foi transportada, na primeira parte do trajeto, por uma barcaça vinda de Mülheim, Alemanha, para o terminal Katoen-Natie, em Antuérpia, onde foi posteriormente carregada no porão da embarcação da BBC. Com capacidade de 1,3 GW, a usina termelétrica começa a operar em 2021 e poderá abastecer aproximadamente 6 milhões de residências.