Segunda-feira, 24 de junho de 2019 - 10h51
Porto Itapoá lança plataforma para consulta de ações socioambientais
Ferramenta permite uma navegação aprofundada pelas ações desenvolvidas

O Porto Itapoá (SC) lançou uma plataforma de compartilhamento de informações dos seus projetos socioambientais. A iniciativa é mais uma ação desenvolvida sob a ótica da inovação e transformação social, conceitos cada vez mais evidentes no relacionamento da empresa com seus stakeholders. A plataforma permite uma navegação profunda pelos programas desenvolvidos pelo empreendimento. Outras atividades socioambientais encontram-se em desenvolvimento e logo também estarão disponíveis para consulta e acompanhamento.

São quatro os programas já disponíveis na plataforma digital. O Monitoramento da Pesca Artesanal tem como objetivo coletar e integrar dados de embarcações, arte de pesca, petrechos utilizados, espécies capturadas, produção total desembarcada, rendimento e custos, locais de pesca, horas trabalhadas, tempo de deslocamento, número de pescadores a bordo, entre outros. Com essas informações é possível acompanhar a produção pesqueira na região, bem como sua integração com a comunidade e a rotina laboral da atividade.

Já o Monitoramento da Qualidade do Ar faz uma análise a partir da instalação de equipamentos móveis chamados de amostradores de gases. Eles são capazes de monitorar e analisar os poluentes atmosféricos. A partir das medições se estabelece o índice de qualidade do ar na região.

Outro programa disponível na plataforma é o Monitoramento do Tráfego de Veículos de Carga. Essa iniciativa foi desenvolvida pois o controle do tráfego exige um sistema de planejamento e gestão aprimorada que atenda a necessidade local e a alta demanda logística do Porto Itapoá. O programa compreende ações realizadas para o acompanhamento e ordenamento do tráfego no sistema viário, acompanhamento de obras de infraestrutura, sensibilização e educação no trânsito.

A última ação apta para consulta é o Itapoá Sempre Verde. Esse programa desenvolve a produção de mudas florestais nativas da região para atividades de educação socioambiental. O viveiro florestal mantido pelo porto também proporciona à comunidade em geral o acesso à mudas destas espécies nativas, seja para recomposição da flora ou para ornamentação doméstica e pública.

O lançamento da plataforma tem como objetivo apresentar as ações e resultados de forma transparente, didática e objetiva. Dados científicos são compilados em um layout amigável somando elementos de cartografia, imagens e gráficos, de forma a transmitir da melhor forma possível a dedicação do Porto Itapoá aos temas socioambientais.