Terça-feira, 10 de setembro de 2019 - 11h27
Açu Petróleo e Petrogal renovam contrato de operação de transbordo
Com o acordo, estendido até 2023, previsão é de que a petroleira dobre o número de operações de exportação

A Açu Petróleo – joint venture entre a Prumo Logística e a Oiltanking – e a Petrogal renovaram até 2023 o contrato para transbordo de petróleo no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). Com o novo acordo, a previsão é de que a petroleira, que é cliente do terminal desde 2017, dobre o número de operações de exportação realizadas no terminal.

Para o CEO da Açu Petróleo, Victor Snabaitis Bomfim, a renovação do contrato com a Petrogal refirma os diferenciais da empresa. “A continuidade é muito importante para a Açu Petróleo, pois nos incentiva cada vez mais a mantermos nosso compromisso com a excelência operacional e respeito inegociável ao meio ambiente. A Petrogal foi a primeira empresa a operar com navios Very Large Crude Carriers (VLCCs) em nosso terminal. Estou certo de que este compromisso, juntamente com a previsibilidade e a segurança que oferecemos em nossas operações foram fatores chave para esta renovação.”

Divulgação

Já o CEO da Petrogal, Miguel Pereira, diz que o Brasil é a principal base de desenvolvimento da companhia e isso exige o acesso a infraestruturas confiáveis, devidamente equipadas em termos tecnológicos e ambientais.

Em operação desde 2016, o Terminal de Petróleo (T-Oil) da Açu Petróleo possui 25 metros de profundidade, três berços e capacidade licenciada para movimentar até 1,2 milhão de barris de petróleo por dia. Desde o início de sua operação, o terminal já realizou mais de 95 operações.

“Para este ano, a previsão é movimentarmos o dobro dos volumes de 2018. Além disso, estamos avançados no desenvolvimento do projeto para tancagem onshore que, além de proporcionar uma otimização na logística de manuseio de petróleo para os nossos clientes, estará capacitado para oferecer novos serviços, como armazenagem, dewatering e blending”, destaca Bomfim.