Sexta-feira, 20 de março de 2020 - 14h50
GCCA Brasil e Abiaf realizam o Cold Connection Curitiba
Evento reuniu empresários do setor e representantes do poder público

A Global Cold Chain Alliance (GCCA) Brasil e a Associação Brasileira de Armazenagem Frigorificada (Abiaf) promoveram, no dia 12 deste mês de março, o Cold Connection Curitiba, evento que teve como tema as medidas necessárias para o aprimoramento da cadeia logística do frio.

Além de reunir empresários do setor, a encontro contou com a presença de representantes do governo paranaense. Após a apresentação das entidades organizadoras, Francisco Moura, presidente da Abiaf e CEO da SuperFrio, destacou a importância da parceria entre a GCCA e a Abiaf e agradeceu a presença do fundador da associação, Luiz Paulino Moreira Leite, no evento.

A urgência de uma regulamentação específica para o setor junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi abordada pela presidente do Comitê de Regulamentação e Segurança dos Alimentos da entidade, Vivianne Leite. Sobre o tema, o representante da Agência Paraná de Desenvolvimento e CEO do Invest Paraná, José Eduardo Bekin, informou que é possível ter no estado o apoio do governo federal, além de colocar a agência à disposição das entidades para o encaminhamento do pleito. Ele fez ainda um apelo aos participantes para que atuem amplamente na prevenção e no combate à epidemia do Coronavírus.

Diversas dificuldades enfrentadas pelas empresas que atuam na área foram apontadas, dentre elas a falta de técnicos responsáveis pelas assinaturas nos documentos de habilitação para exportação, a desinformação a respeito da habilitação dos entrepostos para os mercados externos e as discordâncias dos fiscais agropecuários no entendimento da legislação em vigor.

A ampliação da busca por apoio junto aos governos federal e estadual, a políticos e outras associações relacionadas foi sugerida Rodrigo Santos, coordenador de Suprimentos da BRF. Fechando as considerações, Isabela Perazza, diretora da GCCA Brasil, informou que a associação irá levar os temas para conhecimento de outros ministérios do governo e ao Comitê de Clientes da Secretaria Federal de Agricultura do Estado de São Paulo.