Terça-feira, 24 de março de 2020 - 11h48
Ulma expande sistema automatizado da Acrilex com equipamento 100% nacional
Multinacional espanhola vai produzir todos os componentes no Brasil para entregar o projeto em menos tempo e com menor custo

A Acrilex, companhia fabricante de tintas para manualidades artísticas e escolares e também de brinquedos, está expandindo a área automatizada de seu centro de distribuição de 2.500 m², localizado em São Bernardo do Campo (SP), com projeto desenvolvido e sistemas fabricados pela Ulma Handling Systems.

Desde 2009 a Acrilex conta com um sistema automático de paletes, equipado com transelevador e miniload, onde estão estocados em torno de 6.400 paletes e mais de 10 mil caixas para armazenagem de itens fracionados. A Ulma foi responsável por esse primeiro projeto, que conta ainda com seis estações para separação de pedidos e um sorter para expedição com nove saídas.

A decisão pela expansão do sistema chegou junto com o aquecimento dos negócios da Acrilex: com uma linha de mais de 3.500 produtos, há três anos a empresa vem registrando crescimento em torno de 10% e, em 2019, esse número saltou para 20%. Esse resultado exigiu maior capacidade e agilidade no atendimento de pedidos que são embarcados com regularidade para mais de 45 países, entre Brasil, América Latina, África e Europa.

“Com a expansão do sistema automatizado, vamos ampliar nossa operação para um terceiro turno, teremos 90 pessoas envolvidas na operação e temos a expectativa de atender 400 pedidos por dia”, revela Samuel Souza, gerente Industrial da Acrilex, responsável também pela gestão da logística.

Divulgação

Ele ressalta que, com o sistema automatizado existente, a empresa alcançou uma importante vantagem competitiva nos últimos anos, passando a atender pedidos em até 24 horas em São Paulo. Além disso, em outras localidades os tempos foram reduzidos se comparados ao processo manual. Entretanto, com o crescimento dos negócios, esse prazo de atendimento começou a sofrer oscilações negativas, demandando a uma expansão.

No novo projeto, a solução da Acrilex será 100% integrada à já existente e contará com transportadores automáticos de roletes acionados e transferências 90º com inteligência para determinar para qual saída as caixas devem ser direcionadas. O número de postos para separação de pedidos será ampliado e também o de saídas do sorter para expedição, facilitando operar maior volume de produtos e mais rotas para distribuição.

“Será um ganho de pelo menos 25% na produtividade da preparação de pedidos e outros 20% na separação por rotas”, destaca Souza. Segundo o executivo, outro aspecto levado em conta ao decidir pelo novo projeto é que o sistema será fabricado no Brasil, o que vai possibilitar sua instalação e funcionamento em menor tempo. “Teremos o sistema em pleno funcionamento até meados de 2020 e ganharemos redução de impostos e custos em geral”, explica.

Marcelo Bueno, CEO da Ulma para América Latina, confirma que o time técnico no Brasil é totalmente responsável pelo projeto e por sua gestão, e que a produção dos sistemas ocorrerá na fábrica da empresa, localizada no interior de São Paulo. A matriz na Espanha cuidará dos ajustes do software de gestão do armazém (WMS) e outros sistemas de inteligência.

“Nos preparamos em anos recentes para alcançar essa independência na filial brasileira na produção de sistemas, e o projeto da Acrilex abre um novo momento para as operações da Ulma localmente”, diz Bueno. “Seremos mais ágeis na entrega dos projetos, mais competitivos em termos de custos, criaremos maior proximidade e maior colaboração com o cliente, nosso maior objetivo neste ambiente de logística 4.0 e inovação.”