Quinta-feira, 16 de abril de 2020 - 11h06
Multilog passa a realizar conferência de cargas para desembaraço de forma remota
Processo, em estudo há alguns meses, entrou em operação devido ao isolamento social causado pelo coronavírus

A Multilog foi o operador logístico escolhido para dar início a uma nova maneira de vistoriar cargas de importação para desembaraço na alfândega do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). A empresa passou a realizar o procedimento remotamente, a partir de seu Centro Logístico Industrial Aduaneiro (Clia) localizado na mesma cidade.

A estrutura contou com o desenvolvimento de um sistema para atender à demanda, integrando as câmeras já instaladas em diversos pontos para garantir o registro do procedimento de diferentes ângulos. Com isso, o operador pode explorar as imagens e ter total acesso e visibilidade de todos os detalhes da carga e de todas as fases do processo, mesmo de maneira remota. A prática também poderá permitir o acompanhamento do importador da mercadoria.

Divulgação

O delegado da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos, Fabiano Coelho, explica que a prática é um exemplo de agilidade, precisão e segurança. “Estamos inaugurando uma nova era no controle aduaneiro. Com o auxílio da tecnologia faremos conferências físicas ainda mais eficazes e transparentes, aumentando a agilidade e reduzindo as dificuldades causadas pela alocação física dos servidores. Ganha a aduana, ganham os recintos, ganham os importadores e evolui o nosso país”, destaca.

O processo já estava sendo estudado há alguns meses e encontrava-se em fase de testes e adequações. “A sistemática já estava para ser implementada e se tornou uma realidade com o surgimento da necessidade de isolamento social. Mais uma vez, buscamos a inovação para desenvolver o setor como um todo”, afirma Juliane Wolff, gerente de Relações Institucionais da Multilog.

A conferência de carga de forma remota foi autorizada pela Portaria ALF/VCP nº 33, de 23 de março de 2020.