Sexta-feira, 17 de julho de 2020 - 11h13
Wilson Sons participa de projeto para criação de padrão internacional de tração estática de rebocadores
Companhia foi a única do Brasil a integrar a pesquisa realizada pelo instituto holandês Marin

Com participação da Wilson Sons, o projeto pioneiro Bollard Pull JIP lançou o primeiro padrão internacional de tração estática de rebocadores.  A pesquisa, liderada pelo instituto de pesquisa Marin, localizado na Holanda, contou com a cooperação de um consórcio formado por 31 empresas do setor marítimo de todo o mundo.

A Wilson Sons foi a única companhia brasileira a integrar o projeto, iniciado em 2015.  “Até agora, o setor não tinha um padrão único para medição do bollard pull (tração estática) dos rebocadores. O objetivo foi criar uma referência unificada, com base científica.  A formulação desse padrão trará benefícios comerciais e estratégicos para as companhias”, explica Adalberto Souza, diretor executivo dos estaleiros da Wilson Sons.

Antes de iniciar a pesquisa, o instituto Marin encontrou muitas diferenças relacionadas à medição do bollard pull dos rebocadores. Para definir o padrão, foram investigados 16 parâmetros que afetam o desempenho dessas embarcações: da distância ao cais, vento, ondas, profundidade e densidade da água às características do rebocador, como hélice e casco da embarcação, consumo de combustível, entre outros.

Souza explica que, para ser aplicado no Brasil, o padrão deve ser homologado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC), processo que ainda está em andamento. Os estaleiros da Wilson Sons construíram 58 rebocadores nos últimos 30 anos. O último foi entregue no segundo semestre de 2019. Com 90 toneladas de bollard pull, o WS Aries é o rebocador mais potente em operação nos portos brasileiros.