Terça-feira, 21 de julho de 2020 - 9h13
Milton Roberto Persoli é o novo diretor geral da Artesp
Agência tem também novo diretor de Controle Econômico e Financeiro

Milton Roberto Persoli é o novo diretor geral da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). A nomeação é válida por quatro anos e o gestor tem como prioridade a busca de soluções para os passivos regulatórios em todos os contratos, que já estão em processo de alinhamento para o reequilíbrio econômico-financeiro. O avanço das concessões aeroportuárias e a renovação do Sistema de Transporte Intermunicipal também estão no radar do diretor.

Formado em engenharia de produção pela Universidade Mackenzie e pós-graduado em Trânsito e Transportes pela Universidade de São Paulo (USP), Persoli iniciou a carreira na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e atuou como diretor de Operações, chegando a presidente da empresa em 2018, na sua terceira passagem pela CET. Em 2019, assumiu a presidência da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e se tornou secretário adjunto da Secretaria de Logística e Transporte, onde esteve até assumir a diretoria geral da Artesp.

“Neste momento, quero demonstrar a intenção de trazer para a Artesp o compromisso com a evolução da agência, com as concessões de rodovias e de aeroportos. Imbuído nessa responsabilidade de dedicação plena, vamos trabalhar para obter ainda mais eficiência nos projetos futuros e soluções para que os contratos atendam com prioridade aos interesses do usuário final”, diz.

Além disso, Jorge Farah Elias assumiu o cargo de diretor de Controle Econômico e Financeiro da Artesp, com mandato previsto de quatro anos. Formado em Economia pelo Instituto Metodista Bennett e com MBA em Finanças pelo Ibmec, ele possui experiência na área privada e pública. Em 2019, ingressou na Dersa, ocupando o cargo de assessor institucional.

“Pretendo levar para a Artesp minha experiência do mercado financeiro e também pensar em inovação para as rodovias paulistas do futuro. Como serão nossas estradas daqui a 20, 30 anos? É um enorme desafio enxergar a longo prazo. Temos de planejar isso agora”, destaca Elias.