Quarta-feira, 14 de outubro de 2020 - 14h27
AGS Logistics realiza operação com cargas perigosas para as eleições 2020
Empresa executou serviços de separação, etiquetagem, paletização e documentação de álcool gel e álcool etílico

A AGS Logistics participou de uma ação especial para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que envolveu operações com álcool gel e álcool etílico direcionados às eleições 2020 na Região Norte do Brasil. O operador logístico doou milhares de etiquetas DGR (sigla em inglês para dangerous goods regulations) e contou com o trabalho voluntário de vários colaboradores para a preparação das cargas.

O álcool foi doado pela Cosan e pela Ambev, a AGS realizou, em apenas uma semana, os serviços de separação, etiquetagem, paletização e documentação e o transporte, do Amazonas para Roraima, ficou a cargo das companhias aéreas Latam e Gol. Ao todo, 26 empresas participaram da ação para o TSE, com o objetivo de garantir a segurança de todos os participantes do processo eleitoral em função da pandemia do novo coronavirus.

Divulgação

De acordo com o presidente do TSE, o ministro Luís Roberto Barroso, em um encontro por videoconferência com as empresas participantes, graças a essa mobilização foi possível obter materiais e equipamentos de segurança, além de administrar as complexas operações de logística na distribuição dos materiais e equipamentos sem qualquer gasto público.

“É uma honra poder usar nossa expertise em cargas especiais para contribuir com a segurança da Região Norte do país durante as eleições. Por meio das doações será possível atingir uma grande parte da população, em especial as que são mais afastadas dos grandes centros e garantir o direito da cidadania com segurança e proteção contra a Covid-19”, destaca o fundador e CEO do grupo AGS, Alexandre Gulla.

A AGS Logistics é um operador logístico internacional de origem brasileira que faz parte da Holding AGS, que engloba ainda as empresas AGS Cargo, Up Insurance, APS, AGS Valley, AGS Way e Gulls, oferecendo serviços logísticos de ponta a ponta, especialmente para cargas perigosas, de grandes dimensões e de alto valor. O grupo conta com oito armazéns, localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Miami, Houston, Atlanta e Milão e futuramente terá novas unidades no Qatar e na França.