Sexta-feira, 16 de outubro de 2020 - 17h40
Still apresenta a nova empilhadeira elétrica RX 60
Série com capacidade de 3,5 a 5 toneladas apresenta mais agilidade, manobrabilidade e conforto

A Still apresentou ao mercado sua nova empilhadeira elétrica RX 60, com capacidade de carga de 3,5 a 5 toneladas. Totalmente sem emissões, o equipamento é compacto e oferece desempenho poderoso, alta disponibilidade e ergonomia sólida tanto para operações internas quanto externas.

Disponíveis com opção de bateria de chumbo-ácido e tecnologia de íon-lítio, são sete variantes com centro de carga de 500 mm como padrão ou 600 mm mediante solicitação. Uma variante de alto desempenho está disponível em todas as classes de peso, que se destaca em perfis de aplicação exigentes com ainda mais capacidade de manuseio, mais potência e aceleração.

Divulgação

O conceito de acionamento da linha também foi aplicado à nova RX 60, graças a dois potentes motores trifásicos encapsulados com resfriamento ativo no eixo dianteiro. Na versão de alto desempenho, os dois motores de 11 kW fornecem ainda mais potência. Eles aumentam a saída do motor de acionamento em 46% em comparação com o equipamento predecessor.

A RX 60 possui modo de início rápido, freio de estacionamento automático com mola e computador de bordo intuitivo Still Easy Control, que permite que a empilhadeira esteja pronta para operação em questão de segundos e o operador tenha imediatamente uma visão geral clara e conveniente de todas as funções de desempenho relevantes e informações do equipamento.

Graças ao seu baixo consumo e capacidade da bateria de 930 Ah (59,5 kWh) ou até 118,4 kWh na versão de íon-lítio, o pacote de energia pode facilmente lidar com dois turnos consecutivos sem carregamento provisório. A troca da bateria é realizada por meio da saída lateral, uma porta de aço de 4 mm de espessura que pode ser facilmente aberta 180 graus para trás, e a operação pode ser feita or apenas uma pessoa usando um porta-paletes elétrico, economizando espaço, tempo, energia e recursos. Opcionalmente, um carregador embutido integrado fornece ainda mais flexibilidade para carregamento provisório rápido e fácil durante o trabalho.

O espaço de trabalho é ergonômico e apresenta grande visibilidade ao operador e a visão panorâmica desempenha um papel importante nesse contexto. O corpo frontal baixo e a localização bem projetada de controles e visores permitem ótima visibilidade até das maiores cargas e os perfis do mastro projetados para melhor visibilidade criam um campo de visão extra grande nas mercadorias transportadas e além do mastro.

Nos quesitos conforto e segurança, a cabine do operador não só tem 16 mm a mais de altura livre do que sua antecessora, como também a área para os pés é particularmente espaçosa. Para uma posição de perna sem fadiga, o espaço é cerca de uma mão mais largo. O degrau ampliado para embarque e desembarque tem uma borda antideslizante adicional. A tampa da bateria de formato ergonômico também oferece conforto: mesmo com o assento ajustado para a posição máxima recuada, as panturrilhas não tocam nele. A posição do pedal alivia a tensão nas pernas e permite um movimento desimpedido entre os pedais do acelerador e do freio.

De acordo com a própria Still, as baterias de íon-lítio estão se tornando cada vez mais importantes, em especial no contexto da política europeia, que visa uma redução radical das emissões de CO2 dos veículos comerciais pesados até 2030.