Quarta-feira, 28 de outubro de 2020 - 9h04
Primeserv cria unidade voltada ao agronegócio
Operador logístico prevê dobrar seu faturamento até fevereiro de 2021

A Primeserv Logística e Serviços criou, neste mês de outubro, a Primeserv Agro, empresa focada no atendimento ao mercado do agronegócio do Mato Grosso e estados adjacentes. Para iniciar as operações da nova empresa, o operador logístico inaugurou uma unidade administrativa localizada no Posto Aldo, no Distrito Industrial de Rondonópolis (MT).

Além disso, a Primeserv contratou Fagner Scheffer para atuar como gestor local. De acordo com o sócio-fundador e diretor geral da Primeserv, Temer Saad, Scheffer é um profissional experiente no segmento e formará, inicialmente, uma equipe composta por três colaboradores da área. O operador logístico já estuda inaugurar novas unidades em pontos estratégicos, como as cidades de Cuiabá, Primavera do Leste e Nova Mutum.

“Entendemos a necessidade de intensificar a nossa atuação no estado do Mato Grosso. Possuímos um alto número de viagens que têm como destino as cidades de Rondonópolis e Cuiabá no atendimento de um grande cliente do segmento de bebidas. Assim, decidimos abrir uma filial em Rondonópolis com foco especifico no agronegócio, visto que desde abril deste ano estamos carregando veículos da frota com pluma de algodão com destino à exportação e mercado interno, aproveitando essas frotas que sobem com bebidas”, destaca Saad.

Divulgação

“A Primeserv Agro é uma empresa que nasce grande. Já temos cinco contratos firmados com importantes embarcadores da região, vislumbramos um faturamento médio que fará com que nossas empresas dobrem seu faturamento até fevereiro de 2021, sempre primando pela qualidade dos serviços prestados sem perder nossos princípios: simplicidade, qualidade e satisfação”, exalta Alessandro Picoloto, sócio da Primeserv.

Os investimentos iniciais projetados para a Primeserv Agro são de cerca de R$ 200 mil reais, incluindo a nova unidade, hardwares, softwares e contratações. Além disso, os planos compreendem a aquisição de dez conjuntos graneleiros para o início das operações, demandando cerca de R$ 5,2 milhões. “Faremos esse investimento gradativamente a partir de novembro e conforme houver disponibilidade de entrega por parte dos fornecedores. Até lá migraremos parte de nossos equipamentos para suporte operacional da filial”, explica Saad.

“Com muita humildade e pés no chão seguimos acreditando no país e em nossa equipe, vislumbrando significativos investimentos para os próximos cinco anos, com novas filiais além das que já estão em operação”, completa Picoloto. Com matriz em Taubaté (SP), a Primeserv conta com filiais em Maracanaú (CE), Cajamar (SP), Lagoa da Prata (MG) e, agora, em Rondonópolis.