Sexta-feira, 13 de novembro de 2020 - 9h07
Cargo X lança modelo de BID virtual a pequenas e médias transportadoras
Obejtivo é oferecer 10 mil fretes por mês, aumentando o nível do serviço oferecido e as formas de atendimento

A Cargo X, marketplace de fretes e que  oferece uma plataforma e serviços necessários para que embarcadores e transportadores possam transacionar online, disponibiliza ao mercado o leilão virtual (BID) para oferecer 10 mil fretes por mês para transportadoras de pequeno, médio e grande porte.

Com a iniciativa, a Cargo X informa que espera aumentar o nível do serviço oferecido e as formas de atendimento dentro do mercado de transporte de cargas, além de fortalecer a sua base e garantir que os fretes sejam realizados.

As transportadoras interessadas em participar do BID já podem se cadastrar por meio da landing page. Após isso, os profissionais da Cargo X irão entrevistar e selecionar as empresas aptas a participarem do leilão, que será realizado no dia 15 de dezembro. A previsão é que as companhias já comecem a prestar os serviços após o dia 1º de janeiro de 2021.

Prática

No processo de avaliação para participar do leilão serão considerados critérios como rotas realizadas pelas transportadoras versus os trajetos dos clientes da Cargo X, modelo e idade dos caminhões e as especificidades de cada segmento, como presença de EPIs e acessórios diversos.

“Nosso objetivo é disponibilizar as demandas dos nossos embarcadores parceiros para fidelizar a rota e melhorar o nível de serviço oferecido pelas transportadoras. A iniciativa visa garantir mais uma linha de atendimento ao mercado e resolver as dificuldades enfrentadas pelas empresas, como indisponibilidade de caminhões e falta de agilidade no momento da realização dos fretes”, diz o CEO da Cargo X, Federico Vega.

Outra vantagem destacada pelo executivo proporcionada às transportadoras será a possibilidade de financiamento e capital de giro, a partir de sua participação.

Para apoiar pequenas e médias transportadoras de diferentes partes do país a desenvolverem seus negócios, a Cargo X vem viabilizando capital de giro e financiamento desde 2019. Durante o ano de 2020, a logtech investiu R$ 350 milhões em parcerias e auxiliou 1.093 transportadoras.

O modelo consiste em antecipar os valores necessários para cobrir despesas referentes ao transporte de cargas e documentação em troca de uma porcentagem mínima sobre as quantias pagas, posteriormente, pelos contratantes. Dessa forma, a plataforma possibilita que transportadoras menores consigam aceitar um número maior de solicitações de serviço.

“No Brasil, os embarcadores levam, em média, de 60 a 120 dias para pagar pelo frete. Nem todas as transportadoras de médio e pequeno porte têm dinheiro em caixa para aceitar múltiplas ofertas de carga ao mesmo tempo ou viagens mais longas do que as de costume. Queremos contribuir com a solução desse problema, antecipando o recebimento do valor dos fretes e incentivando o desenvolvimento do setor”, afirma Vega.