Quarta-feira, 6 de janeiro de 2021 - 10h25
Marbor Frotas Corporativas computa crescimento de 50% em 2020
Desempenho no faturamento foi resultado do aquecimento junto ao segmento de transporte e movimentação de cargas

A Marbor Frotas Corporativas divulga que o segmento de transporte e movimentação de cargas foi o principal responsável pelo crescimento de 50% no faturamento da companhia em 2020. Mesmo com a crise gerada pela pandemia de coronavírus, a empresa conseguiu elevar sua receita com novos produtos e serviços, especialmente voltados a atividades logísticas, que não pararam durante o isolamento social.

“Fomos desafiados a nos reinventar em vários aspectos e de forma muito rápida. Agora vemos tudo isso como algo muito positivo para nossa empresa”, diz o diretor da Marbor, Renato Vaz.

Para o executivo, o principal desafio para o mercado de locação em 2020 foi desenvolver soluções. “Serviços que não faziam parte do portfolio vieram para ficar. Hoje estamos mais próximos dos clientes e com maior capacidade de atender suas demandas. Foi uma grande mudança para o setor”, avalia Vaz.

Renato Vaz, diretor da Marbor Frotas Corporativas

O diretor explica ainda que a diversificação dos segmentos de atuação foi fundamental para o crescimento da Marbor neste ano de pandemia. “Somos uma das poucas locadoras que atendem o mercado com os três ativos principais,  automóveis, caminhões e empilhadeiras. E neste ano os setores que melhor performaram foram os caminhões e as empilhadeiras”, garante.

Quanto aos serviços apresentados em 2020, Vaz destaca o Plano Marbor Liquidez (PML), em que a empresa compra os veículos dos seus clientes e eles podem continuar utilizando os mesmos ativos, pagando um aluguel. “O PML foi criado para ajudar as empresas a enfrentar a maior necessidade de caixa por causa da pandemia. O cliente recebe à vista sem que sua operação precise parar por troca de equipamentos. Houve muita procura por essa solução”, destaca o diretor.

Ações

Segundo ele, o crescimento financeiro da Marbor também é consequência da forma com que a empresa lidou com as restrições impostas pela pandemia. “Equalizamos e organizamos as novas demandas dos clientes, respeitando as condições de isolamento social e de segurança da nossa equipe”, diz.

Para 2021, a empresa avalia que o mercado de locação continuará aquecido uma vez que durante esta crise, muitas empresas aprenderam sobre as vantagens de locar seus equipamentos.

Por este motivo, Vaz acredita que a Marbor deve alcançar um crescimento ainda maior este ano, principalmente nas atividades ligadas ao transporte e movimentação de cargas. “Nós atendemos nossos três segmentos com a mesma intensidade e atenção, mas acreditamos que os clientes de caminhões e empilhadeiras deverão ser os maiores demandantes dos nossos serviços em 2021”, pontua.