Terça-feira, 19 de janeiro de 2021 - 9h43
Wilson Sons realiza primeira operação ship-to-ship no Porto do Açu
Cinco rebocadores apoiaram as manobras do navio gaseiro Kmarin Emerald, que possui 300 metros de comprimento

A Wilson Sons participou, no último dia 23 de dezembro, da primeira operação ship-to-ship (STS) – transferência de gás natural liquefeito (GNL) de uma embarcação para a outra – no terminal da Gás Natural Açu (GNA), no Porto do Açu, localizado na região Norte do estado do Rio de Janeiro. O GNL vai abastecer a usina termelétrica da GNA, prevista para operar comercialmente no primeiro semestre de 2021.

Cinco rebocadores operados pela companhia apoiaram as manobras do navio gaseiro Kmarin Emerald, com aproximadamente 300 metros de comprimento, para atracação a contrabordo de uma Unidade de Armazenamento e Regaseificação de Gás Natural, a FSRU BW Magna. A operação durou três horas e contou com a participação dos rebocadores WS Aries e WS Sirius, que possuem 90 toneladas de tração estática (bollard pull).

Divulgação

A transferência de cerca de 140 mil m³ de GNL foi concluída no dia 27 de dezembro. Para garantir a segurança da operação, um rebocador da Wilson Sons com sistema de combate a incêndio ficou de forma ininterrupta de prontidão no local.

“A GNA aprovou a segurança e a eficiência das manobras realizadas. Para executar o ship-to-ship no Porto do Açu, fizemos uma série de treinamentos prévios no nosso simulador de manobras e nos preparamos para um enfrentar os mais diversos cenários”, conta o diretor Comercial de Rebocadores da Wilson Sons, Elísio Dourado.

Com uma frota de 80 rebocadores, a Wilson Sons está presente em 25 localidades, cobrindo quase toda a costa brasileira. A empresa tem a Central de Operações de Rebocadores (COR), que monitora as embarcações 24 horas por dia, 365 dias por ano, além do Centro de Aperfeiçoamento Marítimo (CAM) para treinamento de profissionais marítimos.