Quinta-feira, 18 de março de 2021 - 12h34
TegUp define novos desafios e abre inscrição para quinto ciclo de aceleração
Interessados devem se inscrever até o próximo dia 9 de abril; classificados seguem critérios como qualificação da equipe, potencial de geração de valor das soluções e potencial de inovação ou transformação

A TegUp, aceleradora de startups da área logística criada  Tegma Gestão Logística, definiu os desafios que servirão de base para as soluções que as empresas participantes deverão desenvolver no quinto ciclo de aceleração que está aberto e se estende até o dia 9 de abril.

Para esta edição foram selecionados quatro desafios, traçados por profissionais da própria Tegma e representantes de clientes com base em necessidades reais enfrentadas em operações logísticas.

Os quatro desafios definidos para esta edição são Gestão de recarga de bateria de veículos – acompanhamento e gestão do fluxo do processo de recarga de baterias dos veículos –, Ferramenta para fazer medição de CO2 em todo o fluxo logístico (tracking e oportunidade de melhoria da emissão de CO2 em toda cadeia logística), Gestão de reclamação de sinistro, com captação e gerenciamento da documentação de sinistro e interface com todos envolvidos nesse processo, e Rastreamento e gestão de veículos em toda a cadeia logística.

Etapas

As inscrições para o novo ciclo devem ser feitas por meio do preenchimento de um formulário online disponível no endereço e onde os interessados receberão o regulamento do programa. Além da inscrição, os interessados devem enviar um e-mail com informações complementares quando solicitado demonstração de resultados (DRE), plano de negócios, contrato social e apresentação com proposição de pitch.

O Comitê de Seleção irá classificar as startups inscritas de acordo com critérios estabelecidos, incluindo qualificação da equipe, potencial de geração de valor das soluções, potencial de inovação ou transformação, capacidade de entrega e escala e mensuração de risco.

Na etapa seguinte as empresas selecionadas deverão realizar apresentações individuais – presenciais ou remotas – para o Comitê de Avaliação, que analisará o material recebido e poderá solicitar esclarecimentos sobre pontos específicos. Caberá a esse Comitê indicar as startups que avançarão no programa.

A terceira etapa será dedicada à conexão e escolha dos finalistas, quando serão organizadas atividades de integração, workshops e mentorias para aprimoramento das soluções, definição e validação do plano de negócio e análise da sinergia com a Tegma. As selecionadas terão acesso ao sponsor do desafio, para construção da proposta de resolução, com detalhamento do custo para a realização do piloto. Nessa etapa também será feita a prova de conceito.

Ao final dessa fase as startups participarão de uma apresentação do resultado e irão expor suas soluções para o sponsor do desafio, executivos da Tegma, e também para parceiros, potenciais clientes, investidores e outros convidados. Após isso, as startups participarão de um piloto, no qual apresentarão suas soluções ao mesmo grupo de trabalho.

“A critério da Tegma, a empresa também poderá realizar investimentos diretos em startups que tenham grande alinhamento com as suas operações”, diz o coordenador de Inovação da TegUp, José Carlos de Souza Filho.