Quarta-feira, 12 de maio de 2021 - 12h41
Santos Brasil investe R$ 15 milhões e migra sistema operacional aplicado em Santos e Vila do Conde
Empresa adota o Opus, plataforma da CyberLogitec que moderniza e unifica as operações de contêineres, com a possibilidade de se adaptar a automatizações das operações

A Santos Brasil revela que iniciou a migração do atual Terminal Operating System (TOS) – sistema operacional do terminal, em português –  do Tecon Santos (SP) e Tecon Vila do Conde (PA) para o Opus, uma plataforma da CyberLogitec, empresa sul-coreana especializada em soluções operacionais tecnológicas para terminais logísticos. A implementação do novo sistema nas duas unidades da companhia deve levar 18 meses.

A empresa investiu R$ 15 milhões na aquisição do novo TOS. O valor faz parte do projeto da companhia de investir R$ 40 milhões neste ano na troca de softwares e equipamentos que permitirão mais utilização da inteligência artificial no planejamento e operação dos terminais para aumentar sua eficiência de forma a atender com mais agilidade os clientes, melhorando o seu nível de serviço, de planejamento e ganhando competitividade.

O objetivo é deixar os terminais portuários da companhia prontos para atender o crescimento da demanda e, no caso específico de Santos, atender com agilidade os grandes navios, de 366 metros, que devem começar a chegar ao porto.

Escolhido pela sua facilidade de integração com novas tecnologias, o Opus chega à Santos Brasil para modernizar e unificar as operações de contêineres, com a possibilidade de se adaptar a automatizações das operações que venham a ser necessárias no futuro. Além disso, o novo sistema terá funcionalidades uniformizadas e acessíveis para ser operado pelos cerca de 3 mil colaboradores da empresa em todo o país. Com alcance para integrar simultaneamente as operações de pátios, cais e gates, o Opus vai abranger todos os processos de documentação e automação relativos a transportadoras, agências governamentais e aos seus mais de 8 mil clientes, onde quer que estejam localizados.

A nova tecnologia usa algoritmos que permitem a organização do pátio em um tempo mais curto e possibilitará maior controle da operação e incremento do padrão operacional, de ritmo e velocidade, por todo o tempo e a um custo menor. O novo sistema viabiliza ainda a eliminação de movimentos desnecessários e otimiza a utilização de equipamentos e de combustível.

“O Opus da CyberLogitec vai permitir o alinhamento de processos em duas de nossas principais unidades que, até o momento, tinham gestões em ambientes distintos. Além disso, integra com agilidade as operações de cais e pátio em um único sistema, permitindo que a empresa se planeje melhor e tenha ainda mais controle de sua operação”, explica o diretor de TI e inovação da Santos Brasil, Ricardo Abbruzzini Filho.